Noite dos gringos

25/10/2012

E o Inter surpreendeu o Vasco em pleno São Januário! Com a volta dos “medalhões” do time, o colorado teve de volta também o seu bom futebol, mostrando a superação e a garra que a muito tempo o torcedor colorado cobrava da equipe.

O Vasco começou a partida aproveitando o fator local para pressionar os visitantes. Antes da metade do primeiro tempo, Jonas abria o placar para os donos da casa, complicando muito a situação do Inter no campeonato. Apenas uma vitória deixaria o Inter com chances, mesmo que apenas matemáticas, de se classificar para a Libertadores do ano que vem.

Mas, dessa vez, o Internacional não se deu por vencido. Nem de longe parecia aquele time que perdeu para o lanterna e o vice-lanterna do campeonato. Com D’alessandro reassumindo sua titularidade em grande estilo e Forlán desencantando, o Inter reverteu a situação ainda no primeiro tempo.

O uruguaio Diego Forlán marcou os dois gols colorados – Foto: Alexandre Lops

Pouco depois dos 30 minutos de partida, D’Alessandro chamou o jogo para si. O argentino serviu Diego Forlán, que ficou livre para chutar e empatar a partida. Na seqüência, veio a virada colorada. Fred tocou para Guiñazu, que lançou D’alessandro. Assim como da primeira vez, o passe de D’ale deixou Forlán na cara do gol, para marcar o segundo dele no jogo e espantar a má fase que o acompanhava desde a chegada ao Beira-Rio.

Com o jogo a seu favor, o Inter voltou para o segundo tempo determinado a manter a vantagem conquistada na primeira etapa. O Vasco foi pra cima, tentando a virada principalmente com as jogadas e cobranças de falta de Juninho Pernambucano. Por sua vez, o Inter reforçou a marcação, com Guiñazu e Rodrigo Moledo se destacando nas disputas e desarmes. O resultado desagradou muito a torcida vascaína, que ao final do jogo gritava “olé” com as trocas de passe entre os jogadores colorados.

A vitória fora de casa dá ao Inter alguma sobrevida na competição, já que mantém a chance matemática de alcançar uma das vagas para a Libertadores 2013. Porém, bem mais importante que a aproximação do G4 é a reação da equipe, com a recuperação de jogadores importantes e que vinham sendo muito criticados por suas atuações abaixo do esperado.

O Colorado permanece na 6ª colocação, com 48 pontos. O São Paulo ocupa a última vaga no G4. Ele é o quarto colocado, com sete pontos a mais que o Internacional. O próximo jogo do Inter acontece sábado, às 16h20, quando ele recebe o Palmeiras no Beira-Rio.


Final de campeonato

24/10/2012

Após duas derrotas contra os lanternas da competição, os torcedores praticamente desistiram do sonho de chegar à Libertadores 2013. Porém não se pode negar que a última rodada do brasileiro foi animadora mediante empates e derrotas dos clubes da ponta. Também não dá para se descartar o fato de que o jogo é contra o Vasco – diretamente na disputa pelo que há de chance de jogar o maior campeonato da América. Uma coisa é certa: para o Inter é final de campeonato.

No discurso o técnico Fernandão vive esse momento final com afinco, mas com cautela. Afinal de contas não há em toda a temporada uma sequencia de mais de duas vitórias consecutivas. E o Inter precisa disso, e também daquela secadinha.

Para os jogadores é a hora dos veteranos mostrarem o que sabem, juntamente com os novatos que na minha opinião têm sido as melhores surpresas do colorado. Fred vive um ótimo momento que pode fazer a diferença. Forlán tem tudo para engrenar….Em 2013.

E voltando aos veteranos na frente ainda o time contará com Dagoberto, notoriamente prejudicado desde que chegou ao inter pela falta de regularidade e pela falta de Oscar: alguém aqui se lembra como ambos estavam bem entrosados no início do ano? Pois é! Chega de saudade e “bora” pensar que apesar da derrota contra o Figueira a atuação de DaGOL foi um destaque no time. Mantendo o pique pode ser o grande nome do jogo de hoje a noite.

Foto: Divulgação

Time. É essa a palavra. Plantel o inter tem, agora é chegada a hora de Fernandão faz a diferença de liderança que fez em 2006. Encarar cada jogo como se fosse o último e fazer das últimas sete rodadas – esse número sete poderia justificar uma atuação fora do comum de Forlán no jogo de hoje – o momento da superação própria.

A sorte está lançada e começa hoje contra o Vasco. O provável time do Inter em São Januário será:  Muriel; Nei, Moledo, Juan, Kleber; Ygor, Guiñazu, Fred, D’Alessandro; Dagoberto, Diego Forlán. O jogo acontece às 20h30 e você pode acompanhar pelo nosso minuto a minuto.

 


Dupla de ataque garante vitória gremista em jogo de seis pontos

30/08/2012

Guilherme Testa

Mesmo com a vitória no Gre-Nal do último domingo, o Grêmio adotou uma postura ainda mais aguerrida diante do Vasco. Pudera, os dois são adversários diretos na tabela, com 37 e 35 pontos, respectivamente. Enquanto o primeiro está em fase de ascensão no Campeonato Brasileiro, o segundo vem seguido pela queda de rendimento.

Se não bastasse, o técnico Cristóvão não pôde contar com Juninho, responsável pelas boas atuações do meio de campo vascaíno. Do outro lado, Vanderlei Luxemburgo sofre do mesmo problema sem o meia Elano.

Se não fosse o gol de Marcelo Moreno, “jogo de seis pontos” seria morno no primeiro tempo

Nos primeiros minutos, ambas as equipes apostaram na observação do jogo. Vasco acionava oWilliam Barbio, enquanto o Grêmio valia-se das investidas de Pico e Pará nas laterais. Para reforçar a marcação. Cristóvão Borges apostou na marcação de Eduardo Costa, e com Dedé na cola de Marcelo Moreno ficou quase impossível a infiltração na área vascaína.

Somente aos 13 minutos, o goleiro Fernando Prass fez a primeira – e estranha – defesa, depois de um cruzamento de Pará. Em seguida, na cobrança de escanteio, Marquinhos colocou uma bola fechada no gol, mas o zagueiro Dedé afastou o perigo gremista.

Sem finalizações de nenhum dos lados, o jogo parecia retrancado, com pouca criatividade e sem qualquer finalização. O jogo estava equilibrado até o momento que Pará voltou a assustar. Depois de uma jogada de Marcelo Moreno, o lateral arriscou de longe e a bola saiu pela linha de fundo. Foi o que bastou para o Grêmio se impor.

Aos 32 minutos, Anderson Pico passou para Marquinhos, que presenteiou Kleber, deixando o atacante cara a cara com Fernando Pass, mas o goleiro fez uma grande defesa e impediu aquele que seria o primeiro gol do jogo. A partida se encaminhava para o empate, quando, aos 41, Marquinhos, no bico da área, cobrou uma falta e Marcelo Moreno aproveitou a confusão formada na frente do gol para abrir o placar.

Provavelmente informados do empate entre Atlético-MG e Ponte Preta, no Estádio Independência, os jogadores gremistas voltaram do intervalo com a mesma intensidade do primeiro tempo.

Grêmio aproveita vantagem dos outros jogos da rodada para assegurar a vitória

Quando bateu 5 minutos na etapa complementar, Marquinhos aproveitou a zaga adiantada e entregou a bola para Marcelo Moreno, que teve a jogada cortada por Douglas. Em resposta, Tenório avançou em direção ao gol de Marcelo Grohe, mas o juiz, duvidosamente, marcou impedimento.

Aos 12 minutos, Marcelo Moreno tentou organizar uma jogada pela esquerda, mas somente na segunda tentativa, encontrou Kleber livre, que arriscou de fora e acertou no canto direito de Prass. Com a vantagem de dois gols, Cristóvão tratou de modificar o time, com a entrada de Wendel e Pipico com o objetivo de buscar efetividade. O técnico gremista fez o mesmo, com Leandro e Marco Antônio nos lugares de Marcelo Moreno e Marquinhos. Foi assim que Marcelo Grohe começou a se movimentar.

A primeira finalização vascaína só aconteceu aos 25 minutos, com uma bomba de Alescandro. Em dois minutos, Marcelo Grohe rebateu o cabeceio de Eduardo Costa, mas Tenório, não satisfeito, tentou de cabeça. Em estado de alerta, Naldo mandou a bola para a linha de fundo. Aos 33, os 20 mil gremistas se calaram ao ver Douglas cabecear e a bola quase entrar – se não fosse Marcelo Grohe afastar.

O Grêmio parecia se defender, quando, aos 41 minutos, Anderson Pico cruzou a bola na cabeça de Zé Roberto. Na defesa de Prass, André Lima chutou e, em cima da linha, Douglas mandou a bola longe. Nos 8 minutos finais, o Grêmio assegurou a vitória na bravura e foi saudado pela torcida que não arredou o pé do estádio.

Com 40 pontos, Grêmio se firma na terceira colocação do Brasileirão e encara o Palmeiras, no sábado, no Pacaembu em São Paulo.


Acabou como as bocejantes

28/07/2012

Costumo dizer que quando o jogo termina em 0x0 é como se tivessem duas bocas enormes bocejando. Nada mais chato que um empate sem gols. E quando se trata de um jogo em casa, nada mais frustante para o torcedor presente. Inter x Vasco. Para o time carioca, nada mal. Para o Inter… vamos relevar as ausências das Olimpíadas. Porém o que o colorado foi ver era a estréia de Diego Forlán. E de fato viu.

Foto: Wesley Santos/Futura Press

O camisa 7 do Inter arriscou alguns lances perigosos. Chegou bastante no ataque vascaíno. Porém a balança estava pendente para ambos os lados. Foi difícil centrar uma ligação do meio para frente, já que D’Alessandro se machucou sozinho ainda no primeiro tempo. Ficou aquele vazio sem uma ajuda na ligação dos volantes, meias e atacantes. Numa partida que teve mais de 70 passes errados, nada poderia esperar de muita emoção.

Jajá, no final do jogo ainda tentou fazer Dedé cansar com o seu “gingado”. Mas foi só isso mesmo.  Os dois lados utilizaram o 4-4-2 e ninguém aproveitou a sua abertura para finalização. Tudo igual para todo mundo. Vasco segue na segunda posição tentando chegar próximo ao líder Atlético – MG. O Inter está em quinto com 23 pontos. Um ponto a menos que o rival Grêmio.

 

 

 


Sem Dagoberto.E agora?

27/07/2012

Sem Dagoberto, Inter enfrenta o Vasco com Diego Forlán e Jajá. (Alexandre Lops)

Para quem estava esperando por Dagoberto e Diego Forlán contra o Vasco: péssima notícia. Diagnosticado com uma lesão no músculo posterior da coxa direita, o jogador ficará sem jogar nos próximos 20 dias. O atacante sentiu um desconforto muscular diante do Figueirense, na quarta-feira, e foi substituído por Marcos Aurélio.

Problema para Fernandão, já que, com a ausência de Leandro Damião à frente, o camisa 20 vinha sendo decisivo nos últimos dois jogos, com um gol em cada partida.

Contra o Vasco pela 13ª rodada do Brasileirão, a dupla de ataque do Inter contará com o estreante Diego Forlán e Jajá.  No banco de reservas, Marcos Aurélio e Maurides estarão à disposição do técnico.


Puxando o barco

07/06/2012

No caso seria “puxando as caravelas”. O ex-técnico do Vasco da Gama, Ricardo Gomes já anda pensando em pendurar as chuteiras, dar um tempo, evitara fadiga, ou se preferirem, se aposentar.

Não é uma decisão fácil, mas Gomes se deu um prazo limite. Se até Dezembro não estar totalmente recuperado do Acidente Vascular Cerebral (AVC) sofrido no ano passado no dia 28 de agosto, ele abandona os gramados. Tecnicamente, o técnico teria até o início de julho para retomar os seus trabalhos, porém ainda existe muita dificuldade no movimento de uma das mãos, sequelas pequenas deixadas da doença.

“O maior problema é o antebraço. Não consigo escrever com a mão direita, por exemplo. Só com a mão esquerda. A escrita vai ser o mais difícil. Posso demorar de três a quatro anos. Já sei que vai ser difícil encontrar a sensibilidade na mão. Na perna, posso encontrar. Aí, poderei trabalhar. É mais ou menos o que acontece com uma criança que começa a andar entre 9 e 11 meses. Preciso recomeçar a fazer os caminhos. No início, eu nem mexia o braço direito, que parecia pesar 300 Kg. Agora, pesa 80 Kg. A perna está muito melhor, mas o braço… A fala tem boa fluência, mas gaguejo às vezes e tenho mais uns 10% a melhorar. Como vou trabalhar assim?”, indagou Ricardo ao Jornal Extra.

Ricardo Gomes possui contrato com o Vasco da Gama até o final do ano. Pacientes e como forma de retribuir o carinho, o clube aguarda pelo tratamento do técnico. Desde seu afastamento, quem tomou as rédeas da equipe carioca é Cristovão Borges.


Vrum! Vrum! Vrum! E será dada a largada!

19/05/2012

Um dos melhores campeonatos do mundo já está dando as caras!

brasileirão

O Brasileirão começa amanhã para a dupla Gre-Nal!

O Inter estreia em casa, ao lado da sua torcida, às 16h. Atual campeão gaúcho, o colorado enfrenta o Coritiba, campeão paranaense. No último Campeonato Brasileiro, o Inter terminou na quinta colocação e o Coxa, na oitava. Enquanto o Inter foca na competição, depois da eliminação da Libertadores e da conquista do Gauchão, o Coritiba ainda divide atenções com a disputa da Copa do Brasil. A equipe paranaense joga no próximo dia 23, no Couto Pereira, contra o Vitória. O primeiro jogo terminou empatado sem gols.

Provável Inter: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Elton, Guiñazu, Oscar, Dátolo e Dagoberto; Leandro Damião.

O Grêmio encara o Vasco, atual campeão da Copa do Brasil, no estádio São Januário, às 18h30. No campeonato de 2011, a equipe carioca foi vice-campeã, enquanto o tricolor gaúcho terminou na décima segunda colocação. As duas equipes tiveram um início de temporada muito semelhantes, tanto Grêmio quanto Vasco não conseguir levar o estadual e entram no Brasileirão dividindo atenções com outras competições paralelas. Os dois técnicos devem optar por poupar alguns jogadores. O Grêmio se prepara para o confronto contra o Bahia, pela Copa do Brasil, e o Vasco para enfrentar o Corinthians, no jogo de volta das quartas da Libertadores.

Provável Grêmio: Victor; Edilson, Naldo, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Vilson, Souza e Marco Antônio; Miralles e André Lima.

O Inter vai em busca do quarto título brasileiro na história do clube, enquanto o Grêmio tenta erguer essa taça pela terceira vez!


%d blogueiros gostam disto: