Refletindo sobre a Seleção

22/03/2013

A Seleção Brasileira nos deu ontem mais uma amostra do que podemos esperar de seu desempenho sob a batuta de Felipão. Os brasileiros enfrentaram a Itália em um jogo amistoso, disputado na Suíça, que nos mostrou caras novas, mas futebol já conhecido.

Jogadores como Fred e Neymar se destacaram no empate em 2 a 2, enquanto o gremista Fernando foi uma agradável surpresa no time titular. O volante deu conta do recado, não sentindo o peso da camisa. Oscar apareceu bem, marcando um dos gols, embora sua atuação não tenha sido luxuosa. Como a de todo o resto da equipe, para falar a verdade.

Olhando para os selecionáveis de Felipão, eu me pergunto: realmente são esses os melhores atletas brasileiros de suas respectivas posições? Tenho sérias dúvidas quanto a isso.

felipão

Foi-se o tempo em que a convocação era um desfile de nomes indiscutíveis, galácticos que nos davam a certeza de estar sempre entre os favoritos para qualquer competição. Hoje, os nomes importantes estão mesclados com “semi-desconhecidos” da torcida e acabam não mostrando o mesmo futebol que exibem nos clubes.

Será tão ruim essa nova safra de jogadores? Não, não é por ai. A questão é que o entrosamento entre eles não rende o esperado para atletas de tão alto nível. E os treinadores, por vezes parecem esquecer do poder enorme que têm nas mãos… porque, ao contrário dos técnicos de clubes, que ficam a mercê do mercado restrito, falta de dinheiro e tudo o que já sabemos, quem treina a seleção pode escolher qualquer jogador brasileiro do mundo, QUALQUER um, é só chamar e pronto, o cara tá ali a disposição para jogar. Por quê, então, tanta dificuldade em montar novamente uma seleção brasileira vencedora?

Em breve teremos um novo amistoso, agora contra a Bolívia, no qual somente jogadores que atuam no Brasil serão chamados. Será um bom momento para observar as opções que temos dentro de casa para mudar a cara da seleção. Aguardaremos para ver se Grêmio ou Inter poderão colaborar para isso, especialmente com o “esquecido” Leandro Damião, que deve voltar ao time nessa oportunidade, e o ansioso Zé Roberto, que apesar da idade tá merecendo vestir a amarelinha mais que muito guri-boleiro por aí.

 

 

Anúncios

O retorno

06/02/2013

Hoje, um pouco mais de uma década, Luiz Felipe Scolari, ou, simplesmente, Felipão, entra em campo como comandante maior da Seleção Brasileira. Junto, entram com ele, a esperança do heptacampeonato mundial, de um time harmônico, não de um espetáculo, mas certamente de um belo jogo.

O brasileiro estava desacreditado na sua seleção. Por melhor, que, o também gaúcho, Mano Menezes fazia tudo parecia pouco. Até os jogadores pareciam desacreditar. Mas e hoje, será que isso muda? Tomara.

Foto: AE

Foto: AE

Felipão já disse que é para o povo preparar o coração, porque a seleção canarinho, aquela que vencia tudo, estava de volta. O técnico, vencedor por todos os times pelos quais passou, chegou dizendo que voltou para ganhar.

Em campo, Ronaldinho Gaúcho! Quem diria?! O guri rebelde voltou, esperamos que com seu melhor futebol. Luís Fabiano também volta. O fabuloso diz confiar em seu ‘taco’. Fred, bem não vou muito com a cara dele, está na disputa com Luiz Fabiano, prefiro olhar nesta ótica, apesar de achar que é LF que disputa com Fred.

Foto: EFE

Foto: EFE

Em entrevista coletiva à imprensa, Felipão falou que pretende manter ‘alguma’ base de Mano. Mas já alertou que vai fazer mudanças, que é necessário, e que não é para ninguém ‘se assustar’.

‘Não se assustem se um jogador que vocês imaginem que comece, não comece. Vai ter que haver uma organização entre primeiro e segundo tempo, a Inglaterra está preparada para 90 minutos, nós não’, afirmou Scolari.

A grande questão é que hoje, às 17h30, Inglaterra e Brasil entram em campo para uma partida que marcará os 150 anos da Federação Inglesa de Futebol e o retorno de Felipão. O clássico será no charmoso e imponente Estádio Wembley. A única certeza é que queremos vitória. E não só. Queremos uma vitória de nível, se possível, com show!


Expectativas da Semana Gre-Nal

26/11/2012

E a segunda-feira encaminhou algumas das questões que seguiam em aberto no nosso querido mundo futebolístico:

 Internacional deve mesmo definir amanhã o Dunga como seu novo técnico.

Depois de ser apontado mais de uma vez como “o plano B” do Inter, Dunga enfim deve acertar sua ida para o Beira-Rio. Ele pode não ser o número um no gosto dos dirigentes, mas é a escolha que mais agrada a torcida colorada. E, convenhamos: os colorados merecem ter sua vontade respeitada ao menos uma vez, após tanto desgosto em 2012.

– Andrés Sanchez, que deve deixar o cargo de diretor de seleções da CBF, afirmou que Felipão está acertado com a CBF para assumir o comando da Seleção Brasileira em janeiro.

A escolha mais óbvia, o técnico pentacampeão volta na tentativa de resgatar o sentimento de paixão da torcida pela Seleção, coisa que vem se perdendo há um bom tempo. Um treinador identificado com a torcida é tudo o que a CBF precisa para acalmar os brasileiros e voltar as atenções novamente para o bom futebol, e não para todas as mancadas dos últimos anos (né, Zé das Medalhas?)

 

Felipão deve ser o salvador da pátria – Foto: Gazeta Press

 

Por outro lado, só saberemos nos próximos episódios:

– Se Paulo Paixão trocará o azul pelo vermelho;

Muito se fala sobre a possível troca de clube do preparador físico. A saída não é negada nem por ele, nem pela direção gremista: eles admitem que sim, pode acontecer. A questão toda é: se não renovar com o Grêmio, ele irá para o Inter ou acompanhará Felipão de volta à Seleção Brasileira?

– Se Marcelo Moreno estará liberado para o Gre-Nal;

Moreno teria quatro jogos de suspensão para cumprir. O Grêmio recorreu da decisão, dando a ele condições de jogo até esta quinta-feira, quando o jogador será julgado. Se condenado, o Grêmio perde o atleta para a disputa do clássico.

– Quando será feita A limpa no vestiário colorado, para ver quem vai pular da barca ou não;

Essa é clara como água: tem jogadores dentro do Beira-Rio que não podem mais vestir a camisa vermelha. Não se pode viver eternamente de conquistas passadas, por mais vencedores que tenham sido, atualmente não honram mais o clube e precisam dar lugar a quem tenha vontade de ajudar. Abusar da condição de ídolo para fazer o que bem entender dentro do clube é rir da cara da torcida que tanto os aplaudiu. Ou acontece uma renovação no plantel para 2013 ou de nada adiantará vir Dunga, Mano, Felipão ou o Papa, que o resultado seguirá sendo o mesmo.

– Quem fica com a vice-liderança do Campeonato Brasileiro & Vaga direta para a Libertadores;

Essa questão pode ficar em aberto até o ultimo minuto do jogo de domingo. Apesar do visível favoritismo gremista, continua valendo aquela máxima de que “Clássico é clássico” (e vice-versa). O jogo pode parecer tão fácil para o Grêmio que o Inter de repente surpreenda. Ou não, a tendência pode se confirmar, mas isso só saberemos com o jogo encerrado.

– Quem será o vencedor do último clássico Gre-Nal disputado no Estádio Olímpico Monumental.

O próximo domingo será uma data que marcará para sempre a vida dos Gremistas que comparecem ao Estádio Olímpico Monumental. O último jogo disputado naquele gramado, justamente contra o maior rival. Essa marca não terá meio-termo: ou os tricolores se despedem de sua antiga casa com chave de ouro, ou da maneira mais amarga. Resta saber se o Colorado terá força de reação para estragar a festa dos anfitriões.

No próximo domingo teremos o último vencedor da história do Estádio Olímpico Monumental – Fotos: Ricardo Rímoli

E então, quais as suas apostas para essas questões?


Entre definições e indefinições

24/11/2012

Foi uma semana agitada futebolisticamente. Tivemos novidades em termos de Grêmio, Inter e até Seleção Brasileira. Essa última questão, inclusive, pode refletir diretamente no andamento das negociações da dupla Grenal.

 

Com a queda de Mano Menezes, o Internacional vislumbra novas possibilidades. Se os rumores sobre o novo técnico colorado antes giravam em torno de Dunga, agora Mano surge como um nome forte. É grande o interesse em sua vinda para o estádio Beira-Rio e, certamente, contatos serão feitos em breve. Dunga volta a ficar em segundo plano, neste caso.

 

Além do Inter, a Seleção também está em busca de um comandante. Os nomes que surgem como mais prováveis são Felipão, Muricy Ramalho e Tite. Caso Felipão seja confirmado, o Grêmio corre um sério risco de perder seu preparador físico, Paulo Paixão, que é parceiro de longa data do treinador. E, na verdade, o Grêmio já corre esse risco de qualquer forma, pois o Inter está disposto a contratar Paixão para formar a equipe técnica da próxima temporada.

Por enquanto, muitas especulações. De certo, apenas o acerto gremista com o Luxemburgo, que fica mais dois anos por aqui. Os pensamentos já estão voltados para 2013, restam apenas duas rodadas do campeonato brasileiro, mas só a última poderá trazer um pouco de emoção aqui para o sul. O Grenal, que será o último jogo oficial disputado no estádio Olímpico, pode ser um belo encerramento para o bom ano do Grêmio ou servir de consolo para o Inter, que vencendo o rival poderá ao menos terminar o ano de forma digna e dando uma última alegria para a torcida colorada, que ficou carente disso em 2012. Aguardaremos!


Ao menos convocados

11/05/2012

E será que isso é bom?

Depois do temporal sempre vem a calmaria. Hoje o professor Mano Menezes convocou a seleção para os amistosos contra Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina. Entre os convocados, 17 tem idade olímpica. E claro que esse alvoroço todo foi para anunciar que 2 desses 17 da lista são os colorados Leandro Damião e Oscar.

Os amistosos já tem data marcada para acontecer, o primeiro será contra a Dinamarca, dia 26 de maio. Depois contra Estados Unidos no dia 30. Contra o México no dia 03 de junho e fechando a sequência de 4 jogos, a seleção brasileira faz o clássico contra a Argentina no dia 09 junho.

A prioridade do técnico no momento é conseguir montar um time para a disputa dos Jogos Olímpicos, que acontecem no mês de julho em Londres, lembrando que o Brasil nunca conquistou uma medalha de ouro no futebol em Olimpíadas.

Fazendo companhia para os jogadores do Inter se fazem presente:

GOLEIROS
Jefferson (Botafogo)
Neto (Fiorentina)
Rafael (Santos)

LATERAIS
Alex Sandro (Porto)
Daniel Alves (Barcelona)
Marcelo (Real Madrid)
Danilo (Porto)

ZAGUEIROS
Bruno Uvini (Tottenham)
David Luiz (Chelsea)
Thiago Silva (Milan)
Juan (Internazionale)

VOLANTES
Casemiro (São Paulo)
Romulo (Vasco)
Sandro (Tottenham)

MEIAS
Ganso (Santos)
Lucas (São Paulo)
Oscar (Internacional)
Giuliano (Dnipro-UCR)

ATACANTES
Neymar (Santos)
Leandro Damião (Internacional)
Alexandre Pato (Milan)
Wellington Nem (Fluminense)
Hulk (Porto)


O primeiro listão de 2012

14/02/2012

Hoje, Mano Menezes convocou os jogadores para o primeiro amistoso do ano. Não por novidade, nomes como Neymar, Ganso, Damião compõe a lista dos atletas chamados pelo treinador da Seleção Brasileira, porém, alguns jogadores que começaram o ano sem talento porém carregam nas costas um nome aparecem na lista de Mano. Já outros que iniciaram 2012 com estrela foram esquecidos pelo professor. Veja a lista e descubra de quem eu estou falando.

GOLEIROS

Júlio César (Inter de Milão/ITA)
Diego Alves (Valencia/ESP)
Rafael (Santos/BRA)

LATERAIS

Daniel Alves (Barcelona/ESP)
Adriano (Barcelona/ESP)
Danilo (Porto/POR)
Alex Sandro (Porto/POR)
Marcelo (Real Madrid/ESP)

ZAGUEIROS

Dedé (Vasco/BRA)
Thiago Silva (Milan/ITA)
Luisão (Benfica/POR)
Davi Luiz (Chelsea/ING)

VOLANTES

Hernanes (Lazio/ITA)
Fernandinho (Shakhtar/UCR)
Elias (Sporting/POR)
Sandro (Tottenham/ING)

MEIAS

Ronaldinho (Flamengo/BRA)
Ganso (Santos/BRA)
Lucas (São Paulo/BRA)

ATACANTES

Neymar (Santos/BRA)
L. Damião (Inter/BRA)
Hulk (Porto/POR)
Jonas (Valencia/ESP)

Descobriram? Bom, o primeiro citado foi,claro, Ronaldinho Gaúcho. Em meio ao caos do Flamengo, o dentuço não conseguiu achar o seu antigo talento no futebol. Marcado por suas ausências, festinhas, doenças estranhas e falta de vontade, o camisa 10 do urubu está no primeiro listão.

Quanto a ausência, ninguém aí sentiu falta de Oscar? O garoto que ano passado fez bonito no sub-20 e que, nos últimos jogos pelo Inter, mostrou que está com tudo na sua carreira. Pronto para ter um futuro brilhante e capaz de ajudar a seleção nas Olimpíadas de Londres. Então?


Mário Fernandes quer nova chance na Seleção

09/01/2012

Meses após dizer não à Seleção Brasileira, o lateral-direito do Grêmio, Mário Fernandes, concedeu uma rápida entrevista coletiva, hoje pela manhã, em Bento Gonçalves. Mário foi bastante contido, disse que não iria falar sobre a Seleção, segundo ele, está focado no Grêmio.

(Foto: Agência Estado)
(Foto: Agência Estado)

Questionado sobre as Olimpíadas em Londres, o lateral afirmou que gostaria de ser convocado e espera receber mais uma chance com a amarelinha.

Mário Fernandes ainda falou que pretende pedir desculpas, pessoalmente, a Mano Menezes sobre o episódio ocorrido em setembro do ano passado.

Confesso que as vezes não consigo entender o que se passa na cabeça desse rapaz. Não sei se é a timidez ou seu jeito constrangido de ser. Além de dizer não à Seleção Brasileira, Mário Fernandes não foi receber o prêmio de melhor lateral-direito do Campeonato Brasileiro 2011, da revista Placar. Parece não ter ambição na carreira, parece jogar futebol por hobby.

Torço para que receba novas oportunidades e, principalmente, que não as jogue no lixo, pois é um excelente jogador dentro das quatro linhas.


%d blogueiros gostam disto: