Entre boas e ruins

19/11/2012

A rodada nº 36 do Campeonato Brasileiro traz algumas novidades, ou não tão novas…Então vamos de novo: A rodada do Brasileirão foi cheia de fatos. Bons e ruins. Daí surge aquela pergunta: “qual você quer primeiro”?

Não deu, Palmeiras. Foto: divulgação

Acho que vou começar pelo ruim. E por incrível que pareça não é de inter que vamos falar – só no próximo parágrafo – a nova (já prevista) da semana é a oficialização do rebaixamento do time paulista após a última rodada. Um combinado de resultados: Portuguesa que empatou. Love, revelado pelo Palmeiras, que balançou a rede contra o verdão. Os demais times paulistas que estão fazendo a festa em “velar o porco”. Uma última colocação sobre o Palmeiras: seu rebaixamento aconteceu exatos 10 anos após a queda de 2002. Uma década para esquecer. Ou não: ano que vem tem Libertadores.

E por falar em time paulista, libertadores e afins. O Corinthians que está com a cabeça no mundial conseguiu arrancar vitória por 2 a 0 fora de casa. E qual era a casa? A casa do Inter que vem mostrando uma campanha muito aquém do que esperavam seus torcedores no início do ano: ano de Dagoberto, Dátolo, Forlán…E por aí vai. Foi a décima primeira derrota do time – terceira consecutiva – que somados aos 12 empates compõem uma campanha digna de meio de tabela. E ao colorado resta apenas cumpri-la: Portuguesa e Grêmio, respectivamente.

Foto: divulgação

Grêmio. Após a derrota para o Millionários e eliminação na Sul Americana ontem foi mais um dia de superação para o tricolor que está tranquilo na parte de cima da tabela. A Portuguesa precisava vencer. E saiu vencendo, com dois gols. Aqui, podemos reiterar, no entanto que ainda no primeiro tempo o tricolor gaúcho teve um gol mal anulado. Mas juiz não pode barrar quem tem André Lima no banco. Decisivo como contra o São Paulo ele foi lá e descontou. Empate. Serviu para a Lusa que só não rebaixava o Palmeiras em caso de derrota.

Com o resultado da rodada o Grêmio está praticamente com as pernas para o ar. É vice líder e tem vaga na Libertadores. Mas não, não será possível sonhar além. A taça já tem dono e foi levantada ontem pelo Fluminense. A derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro não existiu perante o torcedor.  Afinal de contas, a partida não passou de uma formalidade para entregar a taça ao mais novo campeão brasileiro. Tarefa para o capitão Fred que levantou a taça pela primeira vez e levou mais de 35 mil torcedores presentes ao estádio ao delírio.

É Campeão! Foto: André Durão

Confira agora drops do que mais rolou na rodada:

*Recorde de público: mais de 62 mil pessoas foram assistir o São Paulo bater o Náutico por 2 a 1. Na humilde opinião desta saltete o melhor jogo da rodada. Fabuloso destruindo e Miranda mais ainda. O resultado garante o tricolor paulista na Libertadores.

*O estigma de um dos piores mandantes não foi suficiente. Bahia bateu a Ponte por 1 a 0 em Pituaçu.

*Fim da má sequencia: faziam SETE rodadas que o Vasco não vencia. Até ontem quando de virada derrotou o Coxa fora de casa.

*E o Galo Mineiro segue passando trabalho nesse returno. Dessa vez não conseguiu bater o lanterna Atletico-GO. E quase perdeu, se não fosse pelo gol de R49 ao fim do jogo (opinião de saltete novamente – gastou bola esse Ronaldinho).

Anúncios

Empate gremista derruba mais um paulista

18/11/2012

Depois de ser o responsável pelo rebaixamento do Corinthians em 2007, hoje foi a vez do Grêmio decretar a queda do Palmeiras para a série B do Campeonato Brasileiro. Jogando contra a Portuguesa no Canindé, o tricolor não passou de um empate e, com isso, acabou com as chances palmeirenses de continuar na primeira divisão.

A partida começou dominada pelo time da casa. A equipe do ex-gremista Ferdinando forçou ataques, chegando a levar perigo ao gol de Marcelo Grohe. A primeira chegada ofensiva do Grêmio resultou em gol, mas o lance foi anulado pelo assistente. Após cobrança de falta, Werley mandou pra rede em posição regular, mas foi marcado o impedimento. Aliás, a partida foi marcada por lances duvidosos, como o impedimento de Marcelo Moreno, pouco tempo depois.

Zé Roberto & Pará

Zé Roberto fez a diferença novamente – Foto: Léo Pinheiro / Terra

A Portuguesa retomou o domínio da partida, obrigando Grohe a fazer um milagre aos 44 do primeiro tempo. O empate se manteve até o inicio do segundo tempo, quando foi marcado um pênalti polêmico para a Portuguesa. Moisés aproveitou a oportunidade e marcou: Portuguesa 1 a zero. O gol empolgou a Lusa, que foi pra cima do tricolor para aumentar o placar e afastar de vez a o fantasma da segundona.

Foi aí que Luxemburgo resolveu mexer no time, fazendo as três alterações de uma única vez. Marquinhos entrou no lugar de Anderson Pico, enquanto Elano e Marcelo Moreno deram lugar a Leandro e André Lima. Mas, para a decepção gremista e o desespero palmeirense, Léo Silva aumentou: Portuguesa 2 a zero. Só então veio a reação do Grêmio, começando com um chute rasteiro de Pará, que o goleiro salvou. Em seguida, Marquinhos cobrou falta e André Lima tocou de cabeça para marcar o primeiro gol do Grêmio na partida. Aos 33 do segundo tempo, Zé Roberto faz grande jogada, dividindo com a zaga dentro da área e marcando um lindo gol. Tudo igual no Canindé.

Com o resultado, o Grêmio se mantém na segunda colocação do campeonato, com um ponto a mais que o Atlético Mineiro. Uma vitória deixaria o tricolor com uma importante vantagem sobre os mineiros, que empataram em casa com o Atlético Goianiense. Se para os gremistas o empate não foi um resultado tão ruim, para o Palmeiras foi desastroso. Com a Portuguesa pontuando, acabaram as chances matemáticas de salvação para os paulistas, que estão oficialmente rebaixados para a série B do ano que vem. Que dó!


Justiça Desportiva aceita pedido do Palmeiras e anula vitória colorada do último sábado

30/10/2012

O STJD informou Palmeiras e Inter nesta terça-feira que pediu à CBF a suspensão do resultado do jogo do sábado passado, vencido pelo colorado por 2 a 1. O tribunal acatou o pedido alviverde, que quer a anulação do jogo, e determinou à entidade máxima do futebol brasileiro que retire os pontos da vitória gaúcha.

O STJD deu dois dias para Inter e Palmeiras se pronunciarem. Mesmo prazo dado ao juiz da partida, Francisco Carlos Nascimento, e seus auxiliares para darem posicionamento sobre o ocorrido.

O Palmeiras reclama que o gol anotado pelo atacante Barcos com a mão foi anulado apenas após informações vindas de uma repórter de TV, o que não é permitido pelas regras do jogo. Na hora do lance, o juiz Francisco Carlos do Nascimento validou o gol, para protesto imediato dos jogadores do Inter, mas logo em seguida voltou atrás, após conversar com o quarto árbitro.

Quando questionado por jornalistas Barcos respondeu: “Você quer que 15 milhões de palmeirenses me matem?”.

Foto: Renan Olaz/Futura Press/Agência Estado


Colorados e tricolores de olho no G4

27/10/2012

A rodada do final de semana terá a dupla Grenal empenhada na busca de uma boa seqüência de vitórias. Impulsionados pelas viradas da quarta-feira, Grêmio e Internacional agora enfrentam Bahia e Palmeiras, dois times que brigam na parte de baixo da tabela.

A dupla entra em campo pensando na Libertadores – Fotos: Internacional.com – Rodrigo Buendia / AFP

O Inter é o primeiro a entrar em campo. O colorado pega o Palmeiras, às 16h30 no Beira-Rio, com pelo menos duas mudanças no time, em relação aos titulares da última partida. Além de Damião, que segue fora do time devido a um desconforto muscular, Fernandão também não contará com Dagoberto, com lesão na coxa, e com Ygor, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Rafael Moura e Josimar devem ser os substitutos. Há ainda a possibilidade de Índio voltar à zaga, na vaga de Juan.

Já o Grêmio enfrenta o Bahia, às 18h30, em Pituaçu. O Tricolor mais uma vez não contará com Facundo Bertoglio, que sofreu nova lesão muscular. O argentino deve novamente ficar afastado dos gramados, sendo inclusive cortado da lista da Copa Sul Americana. O meia Zé Roberto, que tem sido o destaque do Grêmio nas últimas partidas, cumpre suspensão nessa rodada. Em seu lugar, quem deve jogar é Marco Antônio.

Neste momento do campeonato, o objetivo da dupla é o mesmo: garantir um lugar no G4 para disputar a Copa Libertadores 2013. O Grêmio é quem está mais próximo de atingir essa meta, já que disputa com o Atlético-MG a vice-liderança do Brasileirão, que dá direito a uma vaga direta à Libertadores. O caso do Inter é mais complicado. Ele está em sexto lugar e se apega às chances matemáticas de classificação, precisando dar uma arrancada na reta final e ainda torcer por tropeços dos adversários.

Provável Inter: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Josimar, Guiñazu, Fred e D’Alessandro; Diego Forlán e Rafael Moura.

Provável Grêmio: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Naldo e Anderson Pico; Fernando, Souza, Marco Antonio e Elano; Kleber e Marcelo Moreno.


Ladeira abaaaaaaaaixo!

15/10/2012

Está cada vez mais dramática a situação do Palmeiras.

Torcedores voltam a protestar contra desempenho do time.

 

Ontem a tarde, com a derrota para o Náutico, o Verdão chegou ao terceiro jogo consecutivo sem somar um pontinho sequer. Desfalcado de importantes jogadores – como Marcos Assunção e Barcos, o time comandado pelo técnico Gilson Kleina teve uma boa atuação dentro dos Aflitos, mas não foi efetivo o suficiente para sair com um resultado positivo na mala.

Mesmo tendo que correr contra o tempo desde os 13 minutos de jogo, quando o Timbu abriu o placar, o Palmeiras não foi um time desesperado pelo empate, tampouco nervoso em campo. As melhores chances foram dos paulistas, mas Luan, Obina e Tiago Real, protagonistas nas oportunidades mais claras, não trataram de concluir com eficiência.

Quando tudo pode piorar, acredite, piora. O Verdão teve um segundo tempo diferente do que havia sido o primeiro. Nervoso e sem conseguir ingressar na área adversária, o time ainda perdeu Thiago Heleno, expulso. Ao Náutico, que cada vez vê mais distante a sombra da zona da degola, só restou administrar o resultado até o trilar do apito.

Aldo Carneiro/Folhapress

18º colocado na tabela do Brasileirão, o Palmeiras precisa de uma arrancada histórica para seguir na série A – semelhante a do Fluminense de 2009. O Bahia, que é o primeiro time fora da zona da degola, com 9 pontos de vantagem em relação ao Verdão, é o próximo adversário.

O resultado do confronto que ocorrerá às 19h30 da próxima quarta-feira, pode reacender a chama de esperança dos palmeirenses ou acabar de vez com qualquer chance de permanecer na elite do futebol brasileiro – uma vitória do time nordestino aumenta para 12 pontos a diferença pro Palmeiras, num universo de apenas sete rodadas restantes.

– Infelizmente estamos colhendo o que plantamos… Reage, Palmeiras. Sempre juntos – escreveu o eterno camisa 12 do Palmeiras e ídolo máximo, o ex goleiro Marcos.

Falando nisso, o jogo de despedida do goleirão está marcado para a segunda semana de dezembro. Já imaginaram que situação, se o rebaixamento do Verdão for confirmado uma semana antes, na última rodada do Brasileirão? É, amigos… E eu que ainda acreditei naquela “reação” que a equipe ensaiou logo na chegada do técnico Gilson Kleina.


O ídolo voltou, mas para ser de quem?

13/10/2012

Foto: Divulgação/Site Oficial do Fenerbahçe

No início do mês, o Fenerbahçe anunciou a saída de Alex após oito anos de clube. A especulação do principal motivo de sua saída é de que o clima entre técnico e jogador não estava nada amigável.

A rescisão gerou revolta nos torcedores do Fener que, cerca de duas semanas antes haviam inaugurado uma estátua em homenagem a Alex (foto), dessa vez foram até a casa do meia e fizeram protesto contra a diretoria que o dispensou.

Tristeza de uns, alegria de outros. Com o seu retorno para o Brasil confirmado, Alex passou a ser sonho das torcidas do Coritiba, Palmeiras e Cruzeiro, além de ser cogitado para atuar também no Grêmio.

O Coritiba é o seu time do coração, onde também foi revelado e se decidir ficar, estará próximo de sua família. Nessa semana, o irmão de Alex afirmou que ele já estava apalavrado com o clube paranaense e que só não irá para o Coxa se o time for rebaixado para a segunda divisão, onde o craque já disse que não gostaria de jogar.

Já o Palmeiras, time onde o jogador já foi campeão da Libertadores,  que disputará novamente a Copa Libertadores no ano que vem pela conquista da Copa do Brasil em 2012, diz ter uma proposta tentadora para o atleta, e tem a seu favor além da disputa no torneio das Américas, o centenário do clube em 2014. A diretoria do clube paulista pretende utilizar Alex para ações de marketing, porém, a permanência do time na primeira divisão fica difícil a cada rodada do Brasileirão, o que afastaria o meia do Palestra Itália.

Outro rival na contratação de Alex é o Cruzeiro, time pelo qual foi supercampeão no ano de 2003, conquistando o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. O time mineiro têm poucas possibilidades de ser rebaixado, o que o deixa à frente dos demais concorrentes.

Já o Grêmio, que está muito perto de conquistar uma vaga para a Copa Libertadores, tem como uma das vantagens, a amizade do jogador e do técnico Vanderlei Luxemburgo, ambos foram supercampeões juntos pelo Cruzeiro e o técnico peitou sua permanecia à época no clube.

Alex desembarcou hoje em Curitiba e se mostrou muito emocionado pela recepção de cerca de 200 torcedores do Coritiba. A torcida do Cruzeiro também se mobilizou e, através do Twitter, lançou a hashtag #VoltaProCruzeiroAlex.

Independente das diversas propostas, no desembarque Alex disse que já sabe em qual clube encerrará a carreira e, segundo ele, o “sortudo” será revelado em 10 dias.

E você, para qual time acha que o meia deverá ir?


Luxa ala’Roth no Pacaembu

01/09/2012

Edu Saraiva / Agência O Globo.

O Grêmio não consegue enfrentar o time de Felipão com a mesma intensidade e serenidade. Kleber que o diga, vaiado pelos torcedores que compareceram ao Pacaembu, levou dois cartões amarelos – e por consequência, o vermelho – em 18 minutos de jogo.

Fora isso, o Verdão bem que tentou. Primeiro, com Tiago Real, estreante da noite, no lugar do Mago Valdívia. Com 10 gremistas em campo, Maikon Leite entrou no lugar de João Victor para dar mais velocidade ao Palmeiras.  Mas foi Luan quem levou perigo à área gremista.

Como é de praxe, o lance polêmico apareceu ainda na primeira etapa. Não e não foi a expulsão do Kleber. Aos 44 minutos, numa jogada perigosa em que Marcelo Moreno cruza para Zé Roberto na grande área e Maurício Ramos, na tentativa de afastar, coloca a mão na bola.

As investidas de Felipão não surtiram efeito, nem no segundo tempo com Mazinho. Já as de Luxemburgo, no estilo Juarez Roth….Com  Marquinhos e Léo Gago, nos lugares de Marco Antônio e Marcelo Moreno, a equipe gremista assegurou o empate de 0 a 0, que, com um a menos e sem atacantes, passou a ser um bom resultado.

Com a expulsão de Kleber e a convocação de Moreno, Luxa terá que improvisar o ataque contra o Atlético-Go, quarta-feira, no Olímpico.


%d blogueiros gostam disto: