Mudanças à vista?

15/07/2012

Poderia ser uma noite memorável para Mike, Lucas Lima e Otavinho, que, com o grande número de desfalques, foram incluídos no time principal do Internacional. Sofrendo do mesmo mal, o Santos chegou a Porto Alegre sem Rafael, Neymar e Ganso, que parece ter deixado a camisa 10 santista nas boas mãos de Felipe Anderson – embora não tenha feito uma partida como a de domingo passado contra o Grêmio.

Falta de entrosamento marcou o primeiro jogo de Miralles pelo Santos. (Edu Andrade)

No empate em 0 a 0, quem se saiu melhor foi o Santos, afinal, um pontinho conquistado nessas condições e jogando fora de casa não é nada mal. Para o Inter, apesar da ausência de jogadores fundamentais, o placar acusou grandes problemas. E aí, o torcedor mais otimista vai lembrar-se do acerto com o zagueiro Juan, ou da estreia do grande protagonista do futebol gaúcho de 2012, Forlán. Mas a grande verdade é que algo precisa mudar, começando pela a atitude de Fabrício e sua “ingenuidade” em levar cartões amarelos. Alguém aprovou?

Já na etapa complementar, o lateral-esquerdo Juan, do Santos, foi expulso por levar o segundo amarelo. Vantagem colorada? Na teoria. Mesmo com 10 em campo, a equipe de Muricy Ramalho dominou o jogo. Não fosse a entrada de Otavinho no lugar de Mike, aos 29 minutos, dando agilidade ao setor ofensivo do Inter, o Santos emplacaria um gol a qualquer momento.

Fora de campo, muito se falou sobre a presença de Dunga no camarote do Beira-Rio. Resta-nos saber se as providências começarão a ser tomadas…

O próximo jogo será contra o Atlético-MG, no Estádio Independência.

Inter: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Fabrício; Elton (João Paulo), Guiñazu, Lucas Lima, Mike (Otávio) e Jajá (Maurídes); Dagoberto.

Santos: Aranha; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Adriano, Arouca, Henrique e Felipe Anderson; Miralles (João Pedro)  e Dimba (Gérson Magrão)

Amarelos: Guiñazu, Dagoberto, Fabrício, Bolívar e Nei ; Juan, João Pedro e Gérson Magrão.
Vermelho: Juan.


O retorno de Miralles

08/04/2012

Alvo constante de reclamações de todos os treinadores que passaram pelo Olímpico desde a sua chegada em Porto Alegre, Miralles voltou a ser titular neste domingo e provou que pode ajudar o Grêmio.

(Foto: Lucas Uebel)

(Foto: Lucas Uebel)

Logo nos primeiros minutos de partida, contra o Caxias, o argentino encarou a marcação, puxou a bola e com o lado do pé, encobriu o goleiro marcando um golaço, bastante parecido com o do ano passado, em cima do Flamengo de Luxemburgo, pelo Campeonato Brasileiro.

Com Kleber e Marcelo Moreno no departamento médico, Miralles deve continuar sendo alternativa para o técnico gremista, assim como André Lima, que também marcou um belo gol, na vitória do Grêmio por 3 a 1 em cima do Caxias.

Ainda é cedo para dizer que Miralles será o salvador da pátria na ausência de Kleber, mas depois de estar próximo de deixar o clube e de todas as críticas por parte da própria comissão técnica, é sempre bom para um atacante voltar fazendo gols.


A volta do que não foi

28/03/2012

 

Miralles voltou a treinar no Olímpico depois de 14 dias na Argentina para resolver questões particulares. O atacante falou abertamente, em entrevista coletiva, sobre os boatos de sua saída e desempenho nos treinamentos.

(Foto: POP)

(Foto: POP)

Segundo Miralles, ele foi injustiçado por Celso Roth, que “inventava” motivos para não escala-lo. Chegou a dizer que os comentários do treinador, na época, sobre seu comportamento e adaptação em Porto Alegre ou que o jogador ficava “preso”, era mentira. Para Miralles, o pouco aproveitamento em partidas oficiais foi fatal para que não desenvolvesse seu futebol. O argentino não se sentia “cômodo” no clube, por isso, não conseguiu render.

Miralles esteve muito próximo de sair do Grêmio, mas será reintegrado ao grupo. O jogador revelou ter conversado “cara a cara” com Vanderlei Luxemburgo, que há poucos dias, chegou a falar que o argentino parecia não ter vontade de estar no Grêmio. Enfim, parece que a conversa foi boa e Miralles deverá receber oportunidades. Mas claro, se fizer por merecer.

Não posso acreditar que o Celso Roth estava tão errado assim a respeito de Miralles, até porque, todos os outros treinadores que passaram pelo Grêmio, disseram a mesma coisa. Mas se o jogador quer dar a volta por cima, por que não tentar?

 


Grêmio encerra a polêmica Miralles

18/10/2011

Foto: Uol

No domingo, quando o Grêmio enfrentou o Santos na Vila Belmiro, Miralles estava lá, mas não foi relacionado nem para o banco de reservas. Descontente com a situação, o argentino reclamou publicamente, falou com a imprensa e disse que pediria uma reunião para saber se seria aproveitado na equipe tricolor. Miralles disse que houve “falta de respeito” com ele.

Por outro lado, Celso Roth respondeu, dizendo que o jogador não ia bem nos treinos, que ele não estava sendo aproveitado porque não correspondia. Após o jogo, em entrevista coletiva, Celso Roth rebateu na mesma moeda, indicando o fim das chances ao jogador. A direção tricolor não gostou da situação e resolveu colocar um ponto final nas brigas.

Hoje pela manhã, houve uma reunião. O diretor executivo de futebol do clube, Paulo Pelaipe, revelou que o argentino será punido e técnico terá atenção chamada. O jogador será punido internamente e seguirá seu trabalho normalmente, segundo Pelaipe.

Na minha opinião, um jogador que foi trazido ao clube para fazer parte do elenco deve fazer parte dos jogos, e, no caso de Miralles, ele deve receber chances, como em alguns momentos que o Grêmio necessitou de atacantes e ele não foi utilizado. Por outro lado, as questões internas devem ser discutidas internamente, sem vir a microfone discutir.

E você, torcedor gremista, o que acha da situação do Miralles? Opine!


Sai pra lá, azar!

07/10/2011

Pois é. Às vezes é difícil lidar com má fase, falta de prestígio, pouca oportunidade e ele… o maldito azar.

Estou falando de Miralles. No último jogo, Douglas foi suspenso. Sendo muito importante no meio campo, surgiram as dúvidas: Roth colocará Miralles e fará um time mais ofensivo ou colocará Gilberto Silva e será mais cauteloso?

Foto: Globo.com

Talvez fosse a chance do argentino ter a oportunidade que ele e a torcida esperam. E eis que ontem, no treino, ele sentiu uma lesão. Está de fora do jogo contra o Coritiba, no sábado.

Aí eu me pergunto: qual a dificuldade de o azar dar uma trégua? Ou será que é aquela velha “deus escreve certo por linhas tortas”? Veremos… Mas o certo é que Douglas fará falta, entrando tanto Gilberto como Diego Clementino, conforme cogitado.

Diego Clementino pode receber chance. (Foto: Mauro Schaeffer / Correio do Povo)


Com que ataque eu vou?

04/10/2011

Mesmo com a recuperação de André Lima, Roth manteve Brandão no ataque da equipe principal nesta tarde, provocando a mudança entre os dois no decorrer do treino. E esta é a incógnita! De resto, o Grêmio irá enfrentar o Santos amanhã com o mesmo time que venceu do Cruzeiro por 2×0 no domingo passado.

A dúvida reflete uma discussão que se mantém a muito tempo no Tricolor: quem deve ser o atacante?

E agora? Qual?

André Lima parece ter perdido o faro de gol após sua lesão.

Leandro mostrou que tem talento e precisa ser lapidado, mas sua falta de experiência e o ‘cai cai’ o atrapalham em sua afirmação.

Miralles, um dos maiores investimentos da direção no ano, ao receber oportunidade, mostrou que tem vontade, só.

Brandão não compromete, mas também não é um típico centroavante matador.

Na minha opinião, AndréLima e Brandão atualmente encontram-se no mesmo patamar. Acho que Miralles merece uma sequência de jogos para conseguir demonstrar o porque da direção ter investido nele e Leandro precisa ser colocado no time aos poucos para ganhar experiência e ritmo, porque talento tem.

E pra ti, qual o atacante ideal para o Tricolor?


Segunda chance

06/09/2011

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Depois de três jogos sem ser relacionado, muitas dúvidas por parte da torcida, declarações do técnico Celso Roth, o argentino Miralles ganha uma segunda chance.

Ele viajou com a delegação para Salvador, onde o tricolor enfrenta o Bahia na quinta-feira.  O atacante trabalhou bastante com o preparador Paulo Paixão para melhorar a condição física, e se tornou mais participativo nos treinos no campo.  Segundo Roth, o problema é que ele não estava mostrando interesse nos treinos.

Com a escassez de atacantes no time gremista, mesmo que agora André Lima tenha voltado a marcar, eu acho necessário continuar apostando nos jogadores que tem no elenco, e não perder mais um, como fez com Borges e Jonas.


%d blogueiros gostam disto: