De novo…

28/10/2011

…sonhamos com o Ouro e acordamos com a Prata?

Medalha de Prata no peito (Foto - Reinaldo Marques/Terra )

O ‘quase’ em competições de futebol feminino começa a incomodar. O Ouro chega a reluzir em nossos olhos, mas escapa em um lapso, aos 43min do segundo tempo, ou em disputas de penaltis, e faz desabar em nervos as guerreiras em campo.

Vamos contar a história do início. Nossa Seleção estreou no PAN estufando o peito de confiança diante da Argentina. E permaneceu assim até os 4min do primeiro tempo da partida final, contra o Canadá. A partir daí, foi nervosismo e desorganização por todo o resto dos jogos em que isto não ocorreu.

Não foi a primeira vez que deixamos escapar um título por falta de auto-controle. E ninguém pode dizer que o futebol delas deixou a desejar porque analisado no conjunto de todas as partidas, vimos muito bem que talento e habilidade temos ali. Falta o sangue frio para encarar uma decisão.

O apoio? Está sendo conquistado aos poucos, o público brasileiro vem se acostumando a torcer por rabos de cavalo lutando em campo e a imprensa vem abrindo espaço para divulgar o belo esforço que essas meninas fazem em campo.

Mas falta algo para conquistar um título! Alguém sabe me dizer o que?


Uma guerreira em busca do ouro

26/10/2011

O grande destaque da partida e responsável pelo gol da vitória brasileira que colocou a seleção feminina na disputa pela final do PAN, vive um momento contraditório na sua vida.

Comemoração de Maurine dedicada ao pai (Foto – Alejandro Acosta/Reuters)

Maurine sofreu a perda de seu pai neste domingo, vitima de uma parada respiratória. A atleta recebeu todo o suporte da delegação brasileira e teve a opção de abandonar a competição para juntar-se a família na despedida aqui no Brasil. Mas ela não quis.

Sua permanência no México tem apenas um motivo: quer trazer o ouro, tão sonhado pelo seu pai.  E pelo que se viu na semi-final, ela não irá poupar esforços para conseguir realizar esta homenagem.

 E assim é o esporte. Mesclando tristeza com alegrias, saudades com esperanças, pesadelos com sonhos. E revelando a cada dia guerreiras como Maurine, que transformam a dor em lições de vida.


Gurias na final!

26/10/2011

Se a seleção masculina deu vexame no domingo, na noite de ontem as gurias do Brasil arrasaram diante da Seleção Mexicana (dona da casa e com torcida a favor) e garantiram a vaga na final da competição.

Após primeira etapa nervosa e sob forte marcação das mexicanas, nossas meninas encararam a pressão das donas na casa na etapa complementar. Tudo o que o primeiro tempo deveu, o segundo pagou. Lances polêmicos, gols anulados, ofensividade e muita garra das duas equipes foram os temperos da semi-final.

Gurias festejam o gol de Maurine (Foto - AP)

Até que, aos 33min, a bola sobrou para Maurine, a grande guerreira da noite, balançar as redes e garantir a vitória por 1×0 e a chance de disputar o ouro.

A decisão ocorre já nesta quinta-feira, a partir das 20h, contra a Seleção do Canadá, que venceu a Colômbia por 2×1 na outra semifinal. O Salto Alto FC irá acompanhar a partida através do min a min no twitter. Segue lá e torce com a gente pelas gurias do Brasil! @SaltoAltoFC


Com confiança!

21/10/2011

Novamente, as meninas do Brasil entraram em campo com postura de gente grande e venceram a Seleção da Costa Rica pelo placar de 2×1. No primeiro tempo, após gol anulado, as brasileiras encontraram dificuldade e conseguiram chutar a gol poucas vezes.

Já no segundo tempo, com espírito renovado, nossas gurias foram pra cima e abriram o placar aos 15min, em bela jogada de Rosana, que passou para Debinha sacudir as redes. Na sequência, um cruzamento de Thaisinha resultou no segundo gol.

Comemoração do segundo gol teve homenagem ao vôlei (Foto - AP)

A partir daí, foi administrar a vitória. Nos acréscimos, a Costa Rica conseguiu descontar em bela falta cobrada por Shirley Cruz.

Com o resultado, o Brasil empata com o Canadá na sua chave e está automaticamente classificado para as semi-finais. A próxima partida apenas decide quem será líder do grupo, e ocorre neste sábado, as 23h. Vamos torcer!


Empate amargo

20/10/2011

Brasil e Argentina se enfrentaram na noite desta quarta-feira e estrearam com um empate nos Jogos Pan-Americanos. Sem muito brilhantismo e com direito a vaias da torcida mexicana no intervalo, as duas Seleções sub-20 pareciam re-editar as principais.

O primeiro tempo teve como destaque Felipe Anderson, o camisa 10 que criava e jogava sozinho, e via seus cruzamentos e chegadas serem afastados pela zaga argentina.

Comemoração do gol brasileiro (Foto - Getty Images)

Um pouco melhor na segunda etapa, o gol brasileiro saiu aos 20min, em passe de Cidinho para Henrique estufar as redes. A partir daí, os hermanos começaram a pressionar o Brasil e 10min depois marcaram o deles. Araújo invadiu a área e mandou para o gol, sem chance para César defender. 1×1, tudo igual.

Agora, os nossos guris pegam a Seleção Cubana, na sexta-feira, às 20h. Na torcida!


As vitórias preocupam

12/10/2011

O bom da vitória é que o placar positivo é o objetivo principal de uma partida. O ruim, é que ela pode mascarar o futebol demonstrando em campo.

Como esperado, pouca coisa mudou dos últimos jogos para este amistoso contra o México. Pouca vontade, pouca criação, pouca organização, pouco futebol.

Os destaques ficaram por conta do goleiro Jefferson, que apesar de ter uma pequena parcela de culpa no gol tomado pela Seleção, fez a diferença com suas ótimas defesas e impedindo o segundo gol do México no penalti. Ronaldinho e seu belo gol de falta, que não reflete seu desempenho em campo, apesar de fazer a diferença nas bolas paradas. E Marcelo, em uma jogada individual, driblando e marcando.

R10 marcou o gol de empate (Foto - Mowa Press)

De negativo? Mano se mostra apático diante do Brasil que perdia até metade do segundo tempo. Demora para alterar a equipe e, quando o faz, faz erroneamente. Daniel Alves mostrou como não se portar em um amistoso. Consegui levar cartão amarelo no começo do jogo e foi expulso no lance claríssimo de penalti.

A atual fase da Seleção é curiosa e ambígua. Ao mesmo tempo que soma vitórias, faz partidas sonolentas e demonstra algo que não pode ser chamado de futebol de um Brasil penta-campeão.

Ganhamos da Argentina? A mesma que perdeu para Venezuela nesta mesma noite e que atravessa crise de identidade pior que a nossa.

Não está tudo tão legal assim, não... (Foto - AP)

Fico realmente preocupada com as vitórias, especialmente estas. De virada, no final do jogo, com um a menos, defendendo penaltis. Parece até que o jogo foi emocionante… mas foi só uma farsa. Um escudo na frente do que a equipe de Mano realmente é. Um ponto de interrogação longe de virar exclamação. Sinto dizer, mas que venham derrotas contra equipes não expressivas para sacudir esta poeira.


Olho nas gringas!

05/07/2011

A Inglaterra venceu o Japão por 2 a 0 e conquistou a liderança do Grupo B da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Os gols foram marcados por White (um golaço, por sinal) e Yankey.

Inglesas comemoram o o golaço de White (foto: Site da FIFA)

Inglesas comemoram o golaço de White (foto: Site da FIFA)

As japas suaram a camisa e não desistiram até último minuto de jogo, pressionavam a todo instante e deram trabalho para as inglesas, que sofreram para segurar.

Ainda pelo Grupo B, Nova Zelândia e México empataram em 2 a 2, gols marcados por Smith e Wilkinson para o México e Mayor e Dominguez para a Nova Zelândia. Resultado ruim para ambos, que ficam nas últimas posições do grupo.

A Alemanha joga nesse exato momento contra a França valendo liderança do Grupo A.

E não esqueçam… o Brasil joga amanhã, às 13h contra a Guiné Equatorial! 🙂


%d blogueiros gostam disto: