Hora de contratar

08/07/2013

Tá mais do que provado que para ser campeão brasileiro é preciso ter um grupo forte.

Todo ano o Inter é candidato ao título. Mas é bem verdade também, que faz tempo que não vê a cor dessa taça.

Já se foi Fred, Moledo… e até agora, só desembarcou o Jorge Henrique.

Tudo bem que o campeonato está no início, mas o Inter já perdeu pontos preciosos.

D’Alessandro deu a letra: é preciso contratar.

Acredito que dinheiro não falta, né? Afinal, o colorado fez um bom caixa com as últimas negociações.

O que falta então? Opções ou competência da diretoria?

Já passou da hora de reforçar o elenco.

Caso contrário vai ficar no quase mais uma vez.


Início de Brasileiro e Contratações

05/06/2013

Não sei qual o tom que deveria usar neste post…
Este início de Brasileiro me deixou confusa em relação ao time colorado.
Eu acredito que temos uma excelente comissão técnica, um bom time e um grupo razoável.
Temos condições de fazer um campeonato brasileiro de razoável para bom somente com o que já está aí.
Mas os jogadores tem períodos de desatenção que tem sido mortais para nossos jogos.
Em 2 jogos contra os baianos, deixamos escapar 5 pontos que podem vir a fazer falta lá na frente. Em não porque tenhamos jogado mal. Não. Em ambos os jogos, jogamos mais e melhor que nossos adversários. Mas em poucos minutos de desatenção, em ambos os jogos levamos 2 gols… e não conseguimos a virada.
Por isto que eu não sei o tom que usar para este post…
Se levo em consideração o resultado, devo ficar preocupada.
Se levo em consideração a atuação e a possibilidade de crescimento, fico com esperança de bom campeonato.
Hoje a noite, jogo contra a Portuguesa – espero que me mostre o tom!
E espero que o tom seja o da esperança!
Para finalizar… Inter está se mexendo em relação à reforços. O primeiro, me agradou.
Gosto do futebol do Jorge Henrique. E acredito que o Dunga e o Paixão consigam mantê-lo na linha.
Minha escalação ideal (com o que temos no grupo HOJE, com os jogadores das seleções e os lesionados, todos disponíveis):
Muriel. Gabriel, Moledo, Juan e Kleber. Williams, Fred, Jorge Henrique, D’Ale e Forlán. Damião.
Escalação de hoje tem um ataque todo reserva… e que não dá muita confiança na torcida. Mas uma hora eles tem que desencantar… Que seja HOJE!
#VamoInter

Levantando a bandeira colorada,
Luciana Michel


Mandando a intolerância pra escanteio

12/04/2013

Em meio a tantas polêmicas, declarações e tantos Marcos Felicianos e Joelmas, foi uma grata surpresa me deparar essa semana com um movimento inesperado nas redes sociais.

Digo inesperado porque as questões relacionadas à sexualidade sempre foram um tabu no meio futebolístico. Não há nada mais corriqueiro num estádio de futebol do que uma torcida gritando “xingamentos homofóbicos” para o time rival. Isso é esperado, já é considerado normal. Mas não deveria.

Enfim, o caso é que uma iniciativa muito legal da torcida do Atlético Mineiro está se espalhando pelo Facebook e Twitter, com o intuito de pregar a tolerância no futebol, um meio que ainda hoje é sabidamente machista e conservador. A torcida do Galo criou a página Galo Queer, contra a homofobia, o sexismo, o machismo e as discriminações nos estádios de futebol.

Gremistas apoiam o movimento contra a intolerância (Imagem: Página Grêmio Queer no Facebook)

Gremistas apoiam o movimento contra a intolerância (Imagem: Página Grêmio Queer no Facebook)

A página já tem quase 4 mil “curtidas” e serviu de exemplo pra outras torcidas brasileiras, inclusive as da dupla Gre-Nal! A Grêmio Queer e a QUEERlorado seguem a mesma proposta da Galo Queer, assim como a Palmeiras Livre  , a Cruzeiro Anti-Homofobia e a Corinthians Livre.

E os colorados também aderiram ao movimento! (Imagem: Página QUEERlorado no Facebook)

E os colorados também aderiram ao movimento! (Imagem: Página QUEERlorado no Facebook)

A tendência desse movimento é crescer cada vez mais, justamente com o impulso da rivalidade entre as torcidas, como acontece com qualquer coisa referente ao futebol. Dessa vez, a disputa será somente sobre qual a página com mais seguidores e servirá para promover o movimento. Torceremos para que a mensagem de paz e respeito seja bem aceita por todos 🙂

E viva a diversidade, seus lindos!


Outro 2 a 1 para a coleção

24/02/2013

Deu a lógica no clássico: os titulares do Internacional venceram a equipe reserva do Grêmio por 2 a 1 em Caxias do Sul e avançaram no Campeonato Gaúcho. Nada mais justo do que a vitória do time que valorizou a competição e foi com força máxima contra o rival.

O placar de 2 a 1, inclusive, tem sido rotineiro em Grenais. Os dois clássicos disputados este ano terminaram assim, ambos a favor do Internacional. Em 2012 também tivemos duas vezes esse mesmo resultado, assim como em 2011… e em 2009, o 2 a 1 aconteceu QUATRO vezes nos jogos da dupla! No placar geral dos “2 a 1” nesse meio tempo, foram seis vitórias coloradas e quatro gremistas. (Obrigada pela pesquisa, Matheus Schenk!)

No clássico desta tarde, os tricolores foram a campo com vontade e determinados a não dar vida fácil ao Inter.  Os colorados, cientes da sua superioridade técnica, começaram a partida com todo o gás, com direito a uma bola na trave logo no inicio do primeiro tempo. Mas a resposta veio em seguida, com o Grêmio reagindo e apertando a marcação no meio de campo, dificultando o trabalho de D’alessandro & Cia.

Forlán e Moledo contabilizam outro 2 a 1 a favor do Inter (Foto: Alexandre Lops)

Forlán e Moledo contabilizam outro 2 a 1 a favor do Inter (Foto: Alexandre Lops)

O desequilíbrio veio com o pênalti de Biteco em Forlán, que o próprio uruguaio cobrou. Apesar do esforço de Dida, que acertou o canto e se esticou todo, o chute forte de Forlán morreu no fundo das redes. A partir dai, o jogo tomou sua forma final: o Grêmio se segurando na marcação, mas sem nenhum poder ofensivo. Bom para o Inter, que fez valer seu futebol “superior” e manteve a vantagem, aproveitando os espaços para avançar e chegar ao segundo gol, marcado pelo zagueirão Moledo.

O Grêmio, já com Bertoglio e Willian José em campo, lutou o quanto pôde. O problema é que só luta não adiantou, faltou bola no corpo para mudar o resultado. Apenas o placar mudou, após pênalti de Josimar em Douglas Grolli. Willian José cobrou e descontou, decretando o placar final do clássico de número 396.

A baixa da tarde ficou por conta de Alex Telles, que teve um choque feio com Gabriel e saiu de campo direto para o hospital. O lateral tricolor sofreu traumatismo na face ao bater o rosto na nuca de Gabriel, foi atendido em um hospital de Caxias e já retornou para Porto Alegre, onde amanhã dará continuação ao tratamento. Provavelmente o atleta precisará passar por cirurgia, para corrigir o problema.

Agora o Inter pegará o Esportivo no próximo final de semana, pelas semifinais da Taça Piratini. Já o Grêmio dá uma pausa no Gauchão e segue com a preparação para os próximos jogos pela Copa Libertadores. No dia 05 irá enfrentar o Caracas, em Porto Alegre. Só resta confirmar se o palco da partida será a Arena ou o Estádio Olímpico.


Vermelhou no Gauchão

03/02/2013

Foi colorada a primeira comemoração de 2013. O Gre-Nal de número 395, disputado nesta tarde em Erechim, terminou com vitória de 2 a 1 do Inter em cima do Grêmio, fazendo valer o favoritismo de quem foi a campo com o time titular. O tricolor usou o time B, reforçado por alguns nomes do time principal. Mesmo com a diferença técnica entre as duas equipes, pode-se dizer que a partida foi parelha.

O Inter começou tomando conta do jogo, com boas jogadas armadas pelo meio de campo, onde Willians fez sua estreia em clássicos mostrando boa movimentação. O ataque de estrelas, no entanto, encontrou dificuldade contra a zaga tricolor, composta pelo titularíssimo Werley e o garoto Bressan, que vem mostrando personalidade e segurança na defesa, apesar da pouca experiência. O Grêmio logo se encontrou no jogo e passou a também levar perigo a Muriel, que precisou fazer algumas boas defesas.

Dupla colorada decidiu o clássico

Dupla colorada decidiu o clássico

O que fez toda a diferença foi a qualidade indiscutível de jogadores consagrados como Forlán e Damião, autores dos gols colorados. Forlán justificou o esforço que a direção colorada fez para contar com ele no clássico. Do outro lado, Fernando também mostrou sua estrela em meio a um time desentrosado, marcando o gol gremista justamente na sua cidade natal. Léo Gago também mostrou evolução nesse início de campeonato, arriscando vários chutes de fora da área.

Enfim, nada mal para um início de temporada!

Com a vitória, o Internacional chega a oito pontos no Grupo B do Gauchão. O próximo jogo será nesta quarta, contra o Lajeadense. Já o Grêmio permanece com 3 pontos ganhos no Grupo A e enfrenta o São José, também na quarta-feira.


E lá vamos nós!

14/01/2013

Já chegamos na metade do mês de janeiro, então vamos conferir os encontros e despedidas que tivemos até agora no futebol gaúcho, nesta transição 2012/2013?

♫ "Larará uêêêêrererererêêêê..." ♫

♫ “Larará uêêêêrererererêêêê…” ♫

Pois bem, a dupla Gre-Nal ainda não apresentou uma novidade que nos surpreenda. Dida e Dunga foram os únicos nomes expressivos a chegar em Porto Alegre, mas o treinador e o goleiro veterano estão longe de satisfazer a ânsia dos torcedores por reforços. Muitos nomes foram especulados, como sempre, mas as contratações de peso ainda estão para acontecer.

No Grêmio, os principais reforços até agora foram Pará e Souza, que continuam no clube em 2013, após longas negociações. No Inter, a porta da saída tem sido a serventia da casa: as novidades ficam mais por conta de quem não permanece no clube.

Na dupla Gre-Nal, enquanto alguns chegam...

Na dupla Gre-Nal, enquanto alguns chegam…

... outros se vão.

… outros se vão.

Do lado vermelho:

Quem chegou: Vitor Junior, Caio, Bruno Peres,  Hélder, Gilberto e Ronaldo Alves (retorno de empréstimo), técnico Dunga e Paulo Paixão.

Quem saiu: Bolívar, Nei, Guiñazu, Renan, Dagoberto, Edson Ratinho e Marcos Aurélio.

Do lado azul:

Quem chegou: Dida, Cris, Willian José, Jean Deretti, Alex Telles e todo o pacotão Juventude (Follman, Bressan, Ramiro e Paulinho).

Quem saiu: Gilberto Silva, Naldo, Julio César, Marquinhos, Edilson, Anderson Pico, Willian Magrão, Maylson, Pablo, Felipe Nunes, Bergson, o auxiliar técnico Júnior Lopes e Paulo Paixão.


Confusão no Olímpico, punição na Arena

10/12/2012

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou  Grêmio e Internacional, no final da tarde de hoje, pelos problemas que ocorreram no Gre-Nal do dia 02 de dezembro. As expulsões, brigas e explosões que aconteceram durante a partida levaram os dois times ao tribunal, resultando em punições para ambos os lados.

No julgamento dos lances do Gre-Nal sobrou punição para todo lado

No julgamento dos lances do Gre-Nal sobrou punição para azuis e vermelhos

Pelo Grêmio, Saimon pegou um gancho de 2 jogos pelo desentendimento com o técnico Osmar Loss, enquanto Vanderlei Luxemburgo foi suspenso por uma partida, por ter invadido o campo para acalmar Anderson Pico durante confusão no gramado. Do lado vermelho, Leandro Damião pegou a mesma pena de Saimon pela cotovelada que atingiu o zagueiro gremista e ficará dois jogos fora, assim como Osmar Loss. O único que se safou foi Muriel, que recebeu apenas uma advertência.

Por causa do rojão arremessado pela torcida do Grêmio, o clube foi multado e ainda perderá o mando de campo da Arena em um jogo de campeonato nacional. Ou seja, a estreia do Grêmio em competições nacionais no seu novo estádio será adiada, graças à irresponsabilidade de um “torcedor” que já foi para o jogo mal intencionado, mesmo sabendo que isso prejudicaria seu time.

Parabéns aos envolvidos.


%d blogueiros gostam disto: