O gigante acordou e o campeão voltou

01/07/2013
Foto: Divulgação/FIFA

Foto: Divulgação/FIFA

Confesso que esses últimos dias me fizeram retornar a esperança em muitas coisas. Em primeiro lugar na humildade quando vi a postura da seleção do Taiti, a qual já falei anteriormente aqui no blog. Depois, a esperança na minha nação que foi pra rua, pois a rua é a maior arquibancada do Brasil. O gigante acordou e derrubou outro gigante. E eu, que sou de uma geração pós-caras pintadas fiquei emocionada com a manifestação pacífica dos últimos dias.

Mas, ontem em especial. Sempre gostei de futebol, sempre acordei no fuso horário que fosse para acompanhar a amarelinha. Porém, desde Dunga confesso que estava um pouco confusa em relação ao meu sentimento pela Seleção. Não sentia mais aquela identificação sabe? E isso me deixava profundamente entristecida. Para quem começou a acompanhar o futebol na final de 1994(o que justifica minha afeição pelo jeito Dunga de comandar) não era cabível perder o encanto.

As manifestações ofuscaram a Copa das Confederações para mim, ainda que tenha assistido a todos os jogos. Mas ontem foi diferente. Como não ser? Não havia sentado no sofá direito e Fred já brilhava o placar de 1 a 0. Demais. Gol de camisa 9. O prenuncio do que seria o resto do jogo que certamente vocês todos viram.

Sim, me emocionei, gritei e quase chorei. Agora assim meu sentimento de renovo era completo: O gigante acordo, o campeão voltou e eu oficialmente estou louca para 2014. E não importa que digam que a Fifa comprou o resultado, eu sei a seleção que cresci vendo jogar! O mais legal é saber que mais do que nunca não somos só o País do futebol… Vamos para rua, vamos para o estádio! Para cima deles, Brasil.

 

Ps.: Poderia ter colocado Fred ou Neymar. Escolhi David Luiz pois na minha opinião foi muito importante o jogo não ter ficado 1 a 1 quando ele salvou heroicamente o lance.

 

Anúncios

Goleada para agradar a gregos e troianos

11/10/2012

O jogo tinha tudo para terminar empatado, mas surpreendeu e virou goleada. Inter e Atlético Mineiro travaram a batalha dos desfalques essa noite, no Beira-Rio. A ausência de 5 titulares atleticanos e 7 colorados, incluindo Ronaldinho Gaúcho e Leandro Damião, fez com que novos nomes se destacassem na partida.

Sem os grandes craques em campo, o atacante Cassiano e o meia Fred comandaram a vitória colorada sobre o vice líder do campeonato. E fizeram bonito, com jogadas de velocidade e marcando um gol cada. Junto com Jackson, autor do outro gol, os garotos mostraram que Fernandão tem boas opções para superar os desfalques rotineiros, ora por lesão, ora por convocações.

Cassiano foi destaque na goleada colorada sobre o Galo – Foto: Alexandre Lops

Após um primeiro tempo equilibrado, de muita marcação e poucas oportunidades de ataque, as duas equipes voltaram motivadas para a segunda etapa. Com Lucas Lima no lugar de Dátolo e Dagoberto substituindo Rafael Moura, o Inter evoluiu na partida. Aos 21 do segundo tempo, Jackson abriu o placar com um belo chute no canto do gol atleticano. Poucos minutos depois, foi a vez de Fred deixar a sua marca. Ele dominou um cruzamento de Dagoberto e fez um belo gol, ampliando a vantagem colorada. Aos 41 veio o ultimo gol, também nascido de um cruzamento de Dagoberto, dessa vez culminando em uma cabeçada certeira de Cassiano, que marcou seu terceiro gol na competição.

O Atlético ainde teve chance de descontar, aos 43 minutos. Nei derrubou Neto Berola dentro da área e o juiz marcou pênalti para o Galo mineiro. Jô cobrou no meio do gol e Muriel salvou a pátria, tirando a bola com os pés. Já não havia tempo para reação, a partida acabou em 3 a 0 a favor do time da casa.

O resultado da partida agradou a todo o Rio Grande do Sul. O lado vermelho comemora pelos motivos óbvios, já que a vitória dá uma sobrevida ao Inter na competição. Ao vencer o vice-líder, o colorado volta a sonhar com a vaga no G4. Já do outro lado, os azuis comemoram porque o Atlético-MG é adversário direto do Grêmio na luta pela vaga na Libertadores ou mesmo pelo título (embora mais uma vitória do Fluminense tenha reforçado o favoritismo carioca em 2012). Com o resultado, se vencer o Sport nesta quinta-feira, o Grêmio empata em pontos com o Atlético e ganha a segunda posição pelo número de vitórias.

O Inter agora tentará engrenar uma boa sequência de vitórias, visando a classificação para a Libertadores no ano que vem. Para a partida do próximo sábado contra o lanterna Atlético-GO, Fernandão não contará com Jackson, que levou o terceiro cartão amarelo no jogo de hoje.


Domingo de reencontros no Beira-Rio

03/09/2012

… e foram muitos, olha só:

De Dorival Jr com a torcida e jogadores do Inter;
De D’Alessandro com o gramado;
De Damião e, principalmente, de Forlán com o gol;
Do Inter com a vitória!

(Foto: Agencia O Globo)

(Foto: Agencia O Globo)

O colorado chegou chegando! Logo nos primeiros minutos, Fabrício teve oportuidade de ouro de abrir o placar mas acabou desperdiçando. O Inter parecia nervosismo e a falha de Muriel deixou isso bem claro.

Mas apesar dos nervos, o colorado jogava bem. Como há tempos não jogava. Será que foi por causa da volta do D’Alessandro? Não tenho dúvidas disso. O gringo sabe, como ninguém, conduzir a bola e levar o time.

Fred jogou muito bem. O guri tem ferramentas, é “enjoado” e incomoda. Tem tudo pra ser um grande jogador.

Mas o mais importante do domingo foi o camisa 7 ter desencantado. Era nítido, desde o primeiro jogo dele com a camisa do Inter, que o cara saber jogar bola. Mas precisava fazer gol. Agora que fez, espantou a zica. Tenho certeza que só tende a crescer.

Pro jogo contra o São Paulo, Fernandão tem desfalques importantes. Damião, Guiñazu e Forlán estarão a serviço de suas seleções e Fred está suspenso. Mais uma vez, o treinador colorado terá que se virar para escalar o time.

A goleada trouxe tranquilidade ao Inter? Não sei se por completo, mas já tira o pé do pescoço.

A missão agora é dar continuidade.

 

 

 


Convidado especial!

15/08/2012

O Salto Alto conversou com o meia Fred.

O jogador colorado falou um pouquinho sobre seus ídolos, seu início no futebol, suas características e também projetou o duelo de amanhã, contra o Corinthians.

Espero que vocês gostem!


Unzinho que valeu por três

25/07/2012

Foi um gol ainda no primeiro tempo, mas já valeu para mais de 100 mil sócios e não sei mais quantas bocas sorridentes de colorados satisfeitos com esses três pontinhos adquiridos fora de casa. Não adiantou, estréia do técnico Hélio dos Anjos, torcida catarinense presente, força da ilha da magia raiar e nem Loco Abreu cavar suas pegadinhas. Dagoberto foi mais rápido e ajudo a sua equipe a trazer mais uma vitória no brasileirão.

Foto: Antônio Carlos Mafalda

Apesar de ser um dia triste para a massa colorada que recebeu a confirmação da venda de Oscar, a noite foi feliz. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o garoto Fred auxiliou Dagol no passe e a dupla concluiu num gol de cabeceio para baixo.

Com isso, o Inter chega a 22 pontos e, pela primeira vez na competição, conquistou duas vitórias consecutivas. Enquanto isso, o Figueirense completou o 11º jogo sem vencer e segue na zona de rebaixamento, com apenas oito pontos.

O próximo jogo do colorado será em casa contra o Vasco.

 

 

 


Que filme é esse?

16/11/2011

Corrida maluca ou Sexta Feira 13?

Um filme sobre a incrível luta de malucos atrás de um prêmio, que no fim não dá em nada OU a ficção que deu vida ao aterrorizante Freddy Krueger?

Fico com a segunda opção.

Fluminense x Grêmio nos presentearam nada mais nada menos com 9 gols num único só jogo. Uma partida bisonha que teve declarações desnecessárias, um quase WO, centenas de gols, pênalti não existente, chuva de cartões, reclamações borbulhantes… biriri bororó.

“Não sei por que vocês estão correndo tanto. Não vale nada para vocês mesmo” foi assim que supostamente o árbitro da partida falou para os jogadores do Grêmio, de acordo com s declarações do médico do clube gaúcho que revelou isso á imprensa. Realmente não valia muita coisa para os azuis, mas não é por isso que iriam entregar a lasanha pronta, não é? Tudo bem, o Flu venceu de virada, mas nem tudo são flores.

A chuva de gols começou com Rafael Marques (o tão contestado, judiado, falado e dispensado)  que aproveitou a falha medonha de Diego Cavalieri e fez o primeiro da partida (16min 1º). O segundo veio de Freddy Krueger Fred que desvia de cabeça (24min 1º). O terceiro veio dos pés de Marquinhos que deixou o goleiro comendo vento (45min 1º). O quarto veio de Fred novamente, com passe de Deco. Uma batida cruzada (7min 2º). O quinto veio de Rafael Sóbis que fez a jogada sozinho e lindamente (16min 2º).  O sexto veio de Brandão que desvia de cabeça (29min 2º). Nem deu tempo de narrar direito o gol e Adílson marca o timo gol da partida (30min 2º). O oitavo veio dos pés de Fred MAIS UMA VEZ numa cobrança de pênalti QUE NÃO EXISTIU (33min 2º).  E o nono e último, porém não menos importante veio do protagonista do terror da noite, Fred, que aproveitou a bobeada da zaga e com a perna esquerda fecha a conta das bolas na rede (35min 2º).

Em comemoração a um dos gols de Fred - Foto: Dhavid Normando/Photocamera/Divulgação

Para o barraco estar armado total, os jogadores do Grêmio ficaram FURIOSOS com o último gol do Fluminense alegando do lance estar irregular. Impedido. Mas não estava. Mas até esfriar a cabeça e o coração daqueles jogadores ali exaustos, é dose para 20 elefantes. Para enfeitar o bolo, os atletas ficaram na beira do campo conversando com Roth fazendo menção de que abandonariam a partida. WHAT? Sim! E nessa boniteza, Brandão foi expulso por reclamação. Aff!

Como bem disse o árbitro Francisco Carlos Nascimento (se isso for verdade mesmo) o Tricolor dos pampas não estava mais disputando coisa alguma. E agora de fato e de direito, não disputa mesmo. Ainda teremos muito o que ver e rever da partida de hoje.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Diguinho, Valencia, Deco (Souza) e Marquinho (Matheus Carvalho); Rafael Sobis (Rafael Moura) e Fred

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Gilberto Silva (Saimon), Rafael Marques e Gabriel; Fernando, Adilson, Douglas, Marquinhos (Leandro) e Lúcio (Ezequiel Miralles); Brandão


%d blogueiros gostam disto: