Tensão Pré Fluminense

05/04/2013

A hora decisiva está chegando! Com a volta de Dida ao gol, Fábio Aurélio de titular na lateral e Marco Antonio substituindo Elano, o Grêmio recebe o Fluminense na próxima quarta-feira, para mais um jogo importante pela Libertadores 2013. O tricolor gaúcho tem ainda duas partidas para definir se continua na disputa pelo tri da América ou dá adeus à competição.

O curioso dessa história é que, com a combinação de resultados, dois empates podem classificar o Grêmio… porém, uma vitória contra o Flu aliada a uma derrota contra o Huachipato do Chile pode decretar o fim da linha para os gaúchos. Isso mesmo, o tricolor pode se classificar com mais dois pontos, mas ser eliminado com mais 3!

Essa bizarra possibilidade se dá pela goleada do Huachipato em cima do Caracas na rodada desta semana, que deixou o Grêmio em 3º lugar no grupo 8. Caso não consiga vencer os chilenos na última rodada, o tricolor não se classificaria com suas próprias forças. Seria preciso torcer por uma derrota do Fluminense para o lanterna Caracas.

Zé será poupado contra o Cerâmica – Foto: Lucas Uebel

Para aumentar a tensão de todas essas combinações de resultados, o Grêmio levou dois sustos no treino desta quinta-feira. Elano e Zé Roberto se machucaram e deixaram o campo com dores. Apesar de suspenso para o próximo jogo da Libertadores, o camisa 7 é quem mais preocupa, já que pode ter sofrido uma entorse no joelho. Já Zé Roberto levou uma pancada no tornozelo e deve ser poupado no final de semana, para ter condições de enfrentar o Flu.

A penúltima partida gremista pela fase de grupos da Copa Libertadores acontece na próxima quarta-feira, dia 10, às 22h em Porto Alegre, na Arena do Grêmio.


Entre boas e ruins

19/11/2012

A rodada nº 36 do Campeonato Brasileiro traz algumas novidades, ou não tão novas…Então vamos de novo: A rodada do Brasileirão foi cheia de fatos. Bons e ruins. Daí surge aquela pergunta: “qual você quer primeiro”?

Não deu, Palmeiras. Foto: divulgação

Acho que vou começar pelo ruim. E por incrível que pareça não é de inter que vamos falar – só no próximo parágrafo – a nova (já prevista) da semana é a oficialização do rebaixamento do time paulista após a última rodada. Um combinado de resultados: Portuguesa que empatou. Love, revelado pelo Palmeiras, que balançou a rede contra o verdão. Os demais times paulistas que estão fazendo a festa em “velar o porco”. Uma última colocação sobre o Palmeiras: seu rebaixamento aconteceu exatos 10 anos após a queda de 2002. Uma década para esquecer. Ou não: ano que vem tem Libertadores.

E por falar em time paulista, libertadores e afins. O Corinthians que está com a cabeça no mundial conseguiu arrancar vitória por 2 a 0 fora de casa. E qual era a casa? A casa do Inter que vem mostrando uma campanha muito aquém do que esperavam seus torcedores no início do ano: ano de Dagoberto, Dátolo, Forlán…E por aí vai. Foi a décima primeira derrota do time – terceira consecutiva – que somados aos 12 empates compõem uma campanha digna de meio de tabela. E ao colorado resta apenas cumpri-la: Portuguesa e Grêmio, respectivamente.

Foto: divulgação

Grêmio. Após a derrota para o Millionários e eliminação na Sul Americana ontem foi mais um dia de superação para o tricolor que está tranquilo na parte de cima da tabela. A Portuguesa precisava vencer. E saiu vencendo, com dois gols. Aqui, podemos reiterar, no entanto que ainda no primeiro tempo o tricolor gaúcho teve um gol mal anulado. Mas juiz não pode barrar quem tem André Lima no banco. Decisivo como contra o São Paulo ele foi lá e descontou. Empate. Serviu para a Lusa que só não rebaixava o Palmeiras em caso de derrota.

Com o resultado da rodada o Grêmio está praticamente com as pernas para o ar. É vice líder e tem vaga na Libertadores. Mas não, não será possível sonhar além. A taça já tem dono e foi levantada ontem pelo Fluminense. A derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro não existiu perante o torcedor.  Afinal de contas, a partida não passou de uma formalidade para entregar a taça ao mais novo campeão brasileiro. Tarefa para o capitão Fred que levantou a taça pela primeira vez e levou mais de 35 mil torcedores presentes ao estádio ao delírio.

É Campeão! Foto: André Durão

Confira agora drops do que mais rolou na rodada:

*Recorde de público: mais de 62 mil pessoas foram assistir o São Paulo bater o Náutico por 2 a 1. Na humilde opinião desta saltete o melhor jogo da rodada. Fabuloso destruindo e Miranda mais ainda. O resultado garante o tricolor paulista na Libertadores.

*O estigma de um dos piores mandantes não foi suficiente. Bahia bateu a Ponte por 1 a 0 em Pituaçu.

*Fim da má sequencia: faziam SETE rodadas que o Vasco não vencia. Até ontem quando de virada derrotou o Coxa fora de casa.

*E o Galo Mineiro segue passando trabalho nesse returno. Dessa vez não conseguiu bater o lanterna Atletico-GO. E quase perdeu, se não fosse pelo gol de R49 ao fim do jogo (opinião de saltete novamente – gastou bola esse Ronaldinho).


Agora é tudo pela Libertadores

18/10/2012

Emoção não faltou no duelo Tricolor desta noite. Quem foi ao Engenhão prestigiou uma disputa de igual para igual, com duas equipes determinadas a vencer uma partida que valia 6 pontos na briga pelo título de Campeão Brasileiro.

O Grêmio iniciou o jogo indo para cima do Fluminense, ignorando o mando de campo do adversário. Logo aos 6 minutos já havia mandado uma bola na trave, enquanto o Fluminense respondia a pressão, defendendo sua significativa vantagem na tabela. Foi assim durante todo o primeiro tempo, com boas possibilidades de ambos os ataques e grandes defesas de Marcelo Grohe e Diego Cavalieri.

No segundo tempo, o jogo pegou fogo. Quem abriu o placar foram os visitantes, com um belo gol de Elano, numa cobrança de falta na entrada da área do Fluminense. Com o placar desfavorável, os cariocas reagiram logo em seguida. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou livre para Digão, que mandou pras redes, deixando tudo igual. Minutos depois, veio a virada do líder. Rafael Sóbis chutou de fora da área e Grohe aceitou: 2 a 1 para o Fluminense.

Marcelo Moreno foi expulso após ficar menos de um minuto em campo – Foto: Edu Andrade/Gazeta Press

Além da vantagem na tabela e no placar, os cariocas também tinham a seu favor o fator local, a torcida e, principalmente, os erros pontuais do Grêmio. Um desses erros acabou mudando o panorama do jogo, quando Marcelo Moreno, recém chegado da seleção Boliviana, saiu do banco de reservas para entrar no segundo tempo. A entrada de Moreno no lugar de Leandro praticamente decidiu o jogo. Ou melhor, a saída dele. Com menos de um minuto em campo, o atacante gremista atingiu Rafael Sóbis com o cotovelo, em sua primeira disputa de bola. Primeira e última. Moreno recebeu o cartão vermelho direto, deixando o Grêmio com 10 em campo e precisando virar o placar.

E o Grêmio não se entregou: após cobrança de falta de Leo Gago, Zé Roberto recebeu de Marquinhos e marcou seu primeiro gol com a camisa do Grêmio. E ficou nisso, o tricolor Gaúcho superou a desvantagem numérica e fez o líder tropeçar em casa. O único motivo para não se considerar o resultado como bom para o Grêmio é o fato do empate praticamente acabar com as pretensões gremistas de encostar na liderança. Com 69 pontos, o Fluminense abriu vantagem de 11 pontos sobre o Grêmio, o que torna improvável alguma ameaça ao título, que se encaminha mesmo para as mãos cariocas.

O Campeonato do Grêmio agora é, oficialmente, a busca pela segunda colocação, que garante a vaga direta para a Libertadores 2013. Essa, aliás, sempre foi a meta estabelecida pelo clube para este ano, mesmo que a possibilidade de título tenha brilhado aos olhos dos gremistas, chegado perto de virar objetivo.


Enquanto houver chance há esperança

17/10/2012

Restando apenas oito rodadas para o fim do Brasileirão, o Grêmio (com 2% de chance de título e 97% de abocanhar uma vaga na Libertadores, segundo o Infobola), enfrentará o líder isolado do campeonato nesta quarta-feira.

Depois de vacilar no Olímpico no último domingo e permitir o empate do Botafogo no fim do jogo, o tricolor gaúcho agora tem que correr atrás do prejuízo e o seu desafio é diante do líder Fluminense. Será uma difícil tarefa vencer o time das Laranjeiras em sua casa, mas o time Gremista ainda com chances de levanter a taça, deve vir com força total, além do mais é o responsável por uma das duas derrotas do tricolor carioca no campeonato, e ainda, possui um bom retrospecto como visitante.

Luxemburgo contará com o retorno de 5 titulares, Gilberto Silva e Elano, liberados pelo departamento médico e o retorno de Kleber após cumprir suspensão diante do Botafogo. Retornarão também Fernando e Marcelo Moreno, depois de voltarem de suas respectivas seleções, estarão ao dispor do técnico.

A única dúvida é quanto ao volante Souza, que no último confronto do tricolor, deixou o campo com uma torção no tornolezo direito, apesar de ter viajado, ainda não está confirmado.

A provável escalação de Grêmio é essa: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando, Souza (Léo Gago ou Marco Antonio), Elano e Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno (André Lima ou Leandro).

Dessa forma, o time de Vanderlei tem a possibilidade de recuperar a vice-liderança e ainda sonhar com o título, é muito difícil mas enquanto ainda há chance não razão para não acreditar.

Os tricolores se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h30min, no estádio Engenhão, partida válida pela 31ª rodada do campeonato brasileiro.


Grêmio de cara nova

26/07/2012

Kleber: “Tenho certeza que vamos brigar pelo título”. (Foto: Fernanda Galvão)

A vitória de 1 a 0 contra o Fluminense deu ao Grêmio a motivação necessária para seguir adiante. Num confronto direto com o 3º colocado do Campeonato Brasileiro, o time de Vanderlei Luxemburgo passou a somar 24 pontos, ficando ainda mais próximo do time das Laranjeiras, que mesmo com a derrota contabiliza 25 pontos.

O jogo serviu para afastar a derrota sofrida contra Palmeiras, pela Copa do Brasil, e Atlético-MG, pela 7ª rodada do Brasileirão. Ambas dentro de casa.

– Novamente, nós nos tornamos fortes dentro do Olímpico. Acabamos com aquela síndrome, na qual o torcedor comparece ao estádio e o resultado não vem. Hoje deu tudo certo. Foi um jogo difícil, mas no segundo tempo a nossa equipe foi muito melhor que a deles. Sabíamos que se errássemos, poderíamos sofrer um empate ou até mesmo uma derrota – comemora Marquinhos, que entrou aos 34 minutos do segundo tempo.

Utilizado com mais frequência por Luxemburgo, o meia acredita numa melhora de rendimento e compara o momento com sua chegada ao clube, em 2011.

– Antes de ser aproveitado, tive algumas propostas para sair. Então, entrei na sala do Vanderlei, conversamos e  ele disse que, no momento, tinha outras opções, mas que contava comigo. Se eu fosse a última alternativa, iria trabalhar pra ser a primeira. E foi o que eu fiz e continuo fazendo – explica.

Kléber, autor do gol que deu ao Grêmio os 3 pontos, prefere atribuir a jogada ao elenco.

– O gol foi importante, mas, na minha opinião, o time inteiro jogou bem. Sabíamos que seria um jogo truncado, como foi com o Atletico-MG. Jogos com times experientes tendem a ser mais difíceis também.

Sobre sua expulsão nos últimos minutos de jogo, o camisa 30 concorda que prendeu a bola para ganhar tempo, mas não vê problema, uma vez que o goleiro do Flumienense Diego Cavalieri fez o mesmo.

– Cavalieri segurou a bola sempre que cobrava tiro de meta, inclusive, a torcida mesmo chiava com a demora. Se eu tentei segurar e tomei amarelo, por que o goleiro não tomou? Com o Grêmio é assim, principalmente dentro de casa – enfatiza.

Recém reintegrado ao grupo, Edílson sabe que, mesmo com a boa atuação, a disputa pela titularidade na lateral não será fácil.

-Sei que eu fiz um belo jogo hoje e, em consequência, acabei dando assistência ao Kleber. Estávamos precisando de uma boa atuação como a de hoje, diante do nosso torcedor com estádio lotado.

Neste sábado, a equipe joga com o Coritiba no Estádio Couto Pereira, pela 13ª rodada da competição.  Na próxima terça-feira, voltarão a se enfrentar pela Sul-Americana, em Porto Alegre.


Uma vitória para esquentar qualquer noite fria

26/07/2012

Na disputa pelos três pontos, o terceiro e o quarto colocados do Brasileirão. Nos pontos, Fluminense com 25 e o Grêmio com 21. Luxemburgo e Abel Braga colocaram seus times em campo querendo tão somente a vitória. E aí quem se deu melhor foi o tricolor gaúcho.

Sem Deco, Fred desapareceu em campo e não levou situações de perigo à defesa gremista. Óbvio que o elenco do Fluminense possui peças importantíssimas, mas àqueles que estavam acostumados a ver a dupla em ação, hão de concordar que ela fez falta na noite de hoje. A derrota passa a ser a primeira do time das Laranjeiras  no campeonato.

Aos 23 minutos da etapa final, após a ágil cobrança de falta de Elano seguido pelo cruzamento de Edílson, Marcelo Moreno bem que tentou carimbar, mas foi Kléber quem marcou. Apesar de ter sido o único gol, percebeu-se um Grêmio mais ajustado, no qual todos os jogadores participaram ativamente das jogadas. Até mesmo o contestado Pará, responsável pelos principais cruzamentos no primeiro tempo.

A baixa do time ficou por conta do terceiro cartão amarelo de Souza e da expulsão de Kléber, no final do jogo.

Xerife Gilberto Silva teve grande participação na vitória e, principalmente, na anulação de Fred. (Edu Andrade)

A 12ª rodada deu ao Grêmio 24 pontos e o manteve em quatro lugar, com a diferença de apenas um ponto do Fluminense. A próxima partida ocorrerá sábado, contra o Coxa, no Couto Pereira.


Ídolo do Inter no Grêmio

16/07/2012

Será que é isso mesmo que vai acontecer?

Rafael Sóbis está muito próximo do Olímpico. De acordo com a direção gremista, as expectativas é de que o ex-camisa 11 do Inter seja apresentado na Azenha até amanhã.

O valor que o empresário Jorge Machado anuncia diante dos holofotes é referente ao que pede o clube de origem, o Al Jazira, dos Emirados Árabes. O que se sabe é que o que o Grêmio está ofertando é muito próximo do que foi pedido pelos árabes.

Não se esconde pelos arredores do Grêmio que a preferência pela vinda de Sóbis é muito desejada. Para Paulo Pelaipe, o atleta seria o ideal para o momento do Grêmio.

Mas resta saber se ele vem mesmo, já que o jogador conquistou as grandes conquistas da história do Internacional dentro do clube vermelho. Além disso, se considera prata da casa. E aí?


%d blogueiros gostam disto: