Aleluia, Irmão!

20/07/2012

Demorou, mas veio a minha tão pedida, suplicada, implorada demissão do técnico Dorival Jr!

É sempre assim, eu juro que não entendo por quê… É evidente que o time ta mal, que o técnico não ta conseguindo dar corpo ao time, que o grupo não ta jogando bem, e que o clube ta mal classificado na competição, mas mesmo assim a direção demora horrores pra tomar alguma providência. E, no caso do Inter, essa providência passa pelo técnico, porque o grupo, tirando uma ou outra carência pontual, é um grupo qualificado. Então, se esse grupo de bons jogadores não está rendendo, o técnico é que tem que pegar o seu banquinho e sair de mansinho.

Pena que demore tanto pra se tomar essas providências. Porque, se a direção colorada tivesse se prontificado antes, o Inter já poderia estar bem melhor no brasileirão, e numa crescente. Agora, com toda essa demora, o grupo colorado ainda vai passar por um tempo de técnico interino, vinda de outro treinador, readaptação pra, então, conseguir uma nova forma de jogar.

Esses dias eu ouvi uma boa teoria: o Felipão teria dito que estaria disposto a treinar o Inter, e que ficaria no Palmeiras no máximo até o final do ano. Aí, o Inter poderia ter ele como técnico pra 2013. Até lá, adivinhem… nosso tão querido amigo Rothzinho!

Mas, sério, por mais que essa história do vai-e-vem do Celso Roth tenha virado piada, até que nao seria uma má idéia. Ainda mais que o Roth é bom de largada, ele daria um novo gas pro time, que chegaria bem no final do Brasileirão, e ano que vem assumiria o Felipão. Ta, mas nem o Celso Roth ta disponível mais…

Ta, o mais lógico seria contratar um técnico agora, não pensando em trocar ele no fim do ano… Mas as opções no mercado estão poucas, muito poucas.

Tem o Dunga, que eu já disse aqui que me agrada. Na seleção, tem ficado claro que ele não fez um trabalho ruim, porque antes dele e depois, nenhum técnico conseguiu fazer melhor. O Mano, tão queridinho, tá uma piada. O Dunga, pelo menos, conseguiu mais que o Mano na seleção.

Mas o Dunga não deixaria de ser uma aposta, e daí eu tenho minhas dúvidas se a direção colorada vai querer…

Não percam os próximos capítulos… Ouvi Fernandão?

Clarissa Londero

levantando a bandeira vermelha no Salto Alto FC


Celso Roth viu Grêmio brilhar

15/07/2012

… e sem 3 volantes…

O encontro do Grêmio com o ex-técnico Celso Roth não foi lá muito favorável ao professor do Cruzeiro. Isso por que o tricolor de Porto Alegre fez três gols fora de casa e mandou um show de bola diante da equipe mineira com seus atacantes.

Foto: Gil Leonardi/Lancepress!

Já fazia tempo que os gremistas não viam um resultado bom no campeonato brasileiro. E diante do Cruzeiro, a coisa andava ainda pior. Mas era dia de apresentação de gente nova, portanto, nada como um plantel cheio de gás e novidade. Elano entrou no meio campo para diferenciar o contra-ataque.

O Cruzeiro foi “fixinha” para o azul celeste do RS, que construiu sua quinta vitória, ainda no primeiro tempo, quando abriu vantagem por cima de 2 gols. Apesar de atuar com um jogador a mais todo o segundo tempo, por causa da expulsão de Werley, o Cruzeiro não teve forças para se reabilitar na competição.

Com gols dos ex-cruzeirenses Marcelo Moreno e Kleber, ainda na etapa inicial, o Grêmio venceu o Cruzeiro, por3 a1, na tarde deste domingo, no Independência, após duas derrotas seguidas, impondo ao oponente o seu terceiro tropeço consecutivo, o segundo em sua casa. Dessa forma, as equipe gaúcha, que iniciou a partida uma colocação atrás do adversário, o superou, chegando a 15 pontos, um a mais que o clube celeste.

CRUZEIRO : Fábio, Diego Renan (Fabinho), Mateus, Léo e Everton (Souza); Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Tinga e Montillo; Wellington Paulista e Borges (Anselmo Ramon)
Técnico: Celso Roth

GRÊMIO : Marcelo Grohe; Tony, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza, Elano (Marquinhos) e Zé Roberto; Kleber (Vilson) e Marcelo Moreno (André Lima)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


Tinga é do Cruzeiro

17/05/2012

Esse Juarez…adora um volante.

E o que saiu hoje na coletiva de imprensa do Beira Rio é a venda do jogador camisa 7 colorado. Tinga, na sua segunda passagem pelo Internacional dá adeus ao Internacional e se muda para Belo Horinzonte, onde irá atuar pelo Cruzeiro.

Saiu num bom momento? Quem crê nisso? Pelo menos levantou a taça do Campeonato Gaúcho junto com os colegas. Celso Roth que assumiu o Cruzeiro a poucos dias, já abre o leque de suas cartadas para o Brasileirão.

Os mineiros teriam oferecido um contrato de 3 anos para o jogador.


A volta do que não foi

28/03/2012

 

Miralles voltou a treinar no Olímpico depois de 14 dias na Argentina para resolver questões particulares. O atacante falou abertamente, em entrevista coletiva, sobre os boatos de sua saída e desempenho nos treinamentos.

(Foto: POP)

(Foto: POP)

Segundo Miralles, ele foi injustiçado por Celso Roth, que “inventava” motivos para não escala-lo. Chegou a dizer que os comentários do treinador, na época, sobre seu comportamento e adaptação em Porto Alegre ou que o jogador ficava “preso”, era mentira. Para Miralles, o pouco aproveitamento em partidas oficiais foi fatal para que não desenvolvesse seu futebol. O argentino não se sentia “cômodo” no clube, por isso, não conseguiu render.

Miralles esteve muito próximo de sair do Grêmio, mas será reintegrado ao grupo. O jogador revelou ter conversado “cara a cara” com Vanderlei Luxemburgo, que há poucos dias, chegou a falar que o argentino parecia não ter vontade de estar no Grêmio. Enfim, parece que a conversa foi boa e Miralles deverá receber oportunidades. Mas claro, se fizer por merecer.

Não posso acreditar que o Celso Roth estava tão errado assim a respeito de Miralles, até porque, todos os outros treinadores que passaram pelo Grêmio, disseram a mesma coisa. Mas se o jogador quer dar a volta por cima, por que não tentar?

 


THE NAME

22/11/2011

Parece que é de comum acordo dos torcedores do Grêmio que o técnico Celso Roth abandone o time no próximo ano. Ou seja, arrume suas malinhas e dê good bye para a galera, deixando o Tricolor aberto para contratações de professores.

Não é de hoje que o clube gaúcho fica precipitado com tanta pressão de seu público e demite os atuais do comando para trazer alguém que deslanchou em algum time. Todo mundo lembra aí do Silas, né?

Como não queremos que isso aconteça com a galera de azul, abri esse post para auxiliar a cabeça dos dirigentes do Grêmio quanto à um futuro nome para o comando – se é que isso ira se concluir.

Nomes:

Jorginho – Técnico da Portuguesa: Ele chegou na Lusa bombando. Já está confirmado na séria A faz algumas rodadas e tem voz ativa em sua equipe. Com certeza recebe BEM menos que o Celsão. Poderia facil facil pular na rede do Tricolor e fazer uma festa ali.

Jorginho – Técnico do Figueirense: Está fazendo um bom trabalho no time de Florianópolis. Vendo pelo lado que o Figueira é um clube médio, Jorge conseguiu uma boa colocação no campeonato. Será que consegue Libertadores? O único medo é que ele poderia ser um Silas da vida.

Caio Jr – Ex técnico do Botafogo: É o mais comentado e falado para assumir o Grêmio. Pode dar uma cara nova para o nosso. Não podendo levar em conta a decaída do Botafogo como seu currículo.

Emerson Leão – Técnico do São Paulo: Não sei se vai continuar no avante do São Paulo e também não acho que ele seja um bom nome para o Mosqueteiro. Mas é um dos que estará no mercado.

Mais algum nome que vocês achem legal por na lista? Idéias? Reclamações?


Inconstância

08/11/2011

É a palavra que define as campanhas de Inter e Grêmio até o presente momento no Campeonato Brasileiro.

A constante permanência do colorado na 7ª posição descreve bem como o time vem se comportando na competição. Algumas vitórias grandiosas, (3×0 no Vasco em casa e Palmeiras fora) e tropeços (3×3 com o Santos e 1×2 contra o Flu, no Beira-Rio). Quando parece que vai engrenar, desanda. E quando parece que desandou, engrena novamente. O Inter chegou a beliscar a vaga para a Libertadores, mas sempre se manteve ali, em torno da 7ª posição.

Damião - gols e lesão determinantes na campanha colorada (Foto - Gazeta Press)

O Tricolor começou o ano como um pesadelo assombrado pelo rebaixamento e há poucas rodadas ainda sonhava com a vaga na Libertadores. A irregularidade do lado da Azenha é diferente. Um começo conturbado, empates bobos no Olímpico (2×2 contra Avaí e 1×1 contra América-MG) e derrotas fiasquentas fora de casa (0x3 contra Ceará, 0x4 contra Vasco e 0x2 contra Atlético-MG). Ao comando de Roth, o Grêmio deu uma guinada na tabela, mas as falhas e falta de elenco culminantes do início da temporada ainda respingam em alguns jogos e impedem o Grêmio de sonhar com algo maior.

Roth livrou o rebaixamento, mas não decolou (Foto - Agência Estado)

Creio que as posições que ocupam atualmente não devem mudar tanto, e a Libertadores parece estar descartada para os gaúchos. O Inter pode conseguir a vaga ainda, mas não vem demonstrando a vontade necessária para isso. Que sirva de lição para o melhor planejamento no ano que vem, pois as equipes titulares são boas, o que falta é reposição na hora dos desfalques.


Fica, Celso Roth?

07/11/2011

Foto: Douglas Magno/Agência Estado

Que ele sempre foi contestado, todo mundo sabe. Em sua quarta passagem pelo tricolor gaúcho, Celso Roth continua assim. E agora começam as especulações de que o técnico seria mantido em 2012. Pelas manifestações nas redes sociais, acho que o torcedor gremista não quer que o treinador continue. Mas pergunto aqui: torcedor gremista, Celso Roth deve ser o treinador do Grêmio em 2012? Por quê? Se não, quem deve vir? Queremos saber a tua opinião!


%d blogueiros gostam disto: