Chance de ouro!

16/04/2013

Tem guria boa de bola por aí?? Tem alguém que já tenha sonhado em ser como a Marta? Ou mesmo que almeje jogar o fino da bola como muitos jogadores homens por aí?

 

Então te liga, que tem oportunidade boa pintando!

 

A CBF confirmou uma SELETIVA DA SELEÇÃO BRASILEIRA FEMININA aqui no estado!

 

Pensando no crescimento do futebol feminino no Rio Grande do Sul e, claro, em maiores oportunidades para as meninas daqui, a Escolinha Feminina do Grêmio estará organizando junto à CBF amanhã, dia 17/04, a partir das 14hs, no Complexo Esportivo da Ulbra, Canoas uma avaliação para as Seleções Brasileira Feminina de Base.
A avaliação terá a presença dos treinadores Adilson Galdino, Emily Lima e Luiz Antonio Ribeiro, treinadores das seleções sub-20, sub-17 e sub-15 respectivamente.

 

ATENÇÃO: Só serão avaliadas atletas que tenham nascido entre 1994 e 2001.

As atletas deverão apresentar-se com um responsável (maior de 18 anos), material completo para a prática de futebol e documento original de identidade.

 

Que horas?

13:30hs: sub 15 (2000/2001)

14:30hs: sub 17 (1997/1998/1999)

16hs: sub 20( 1994/1995/1996)

 

Onde?

Complexo Esportivo Ulbra
Av. Farroupilha,8001 – Bairro São José – Canoas

 

Pra quem ainda tiver alguma dúvida, a professora Tati disponibilizou seu telefone particular para contato: 81999662.

 

Boa sorte, gurias!!! Vamos tratar de abrilhantar cada vez mais o esporte bretão 😉


De novo…

28/10/2011

…sonhamos com o Ouro e acordamos com a Prata?

Medalha de Prata no peito (Foto - Reinaldo Marques/Terra )

O ‘quase’ em competições de futebol feminino começa a incomodar. O Ouro chega a reluzir em nossos olhos, mas escapa em um lapso, aos 43min do segundo tempo, ou em disputas de penaltis, e faz desabar em nervos as guerreiras em campo.

Vamos contar a história do início. Nossa Seleção estreou no PAN estufando o peito de confiança diante da Argentina. E permaneceu assim até os 4min do primeiro tempo da partida final, contra o Canadá. A partir daí, foi nervosismo e desorganização por todo o resto dos jogos em que isto não ocorreu.

Não foi a primeira vez que deixamos escapar um título por falta de auto-controle. E ninguém pode dizer que o futebol delas deixou a desejar porque analisado no conjunto de todas as partidas, vimos muito bem que talento e habilidade temos ali. Falta o sangue frio para encarar uma decisão.

O apoio? Está sendo conquistado aos poucos, o público brasileiro vem se acostumando a torcer por rabos de cavalo lutando em campo e a imprensa vem abrindo espaço para divulgar o belo esforço que essas meninas fazem em campo.

Mas falta algo para conquistar um título! Alguém sabe me dizer o que?


Ficamos com a Prata!

28/10/2011

Brasileiras comemoram gol (Foto - AP)

Após o belo gol marcado por Debinha, logo no início da partida, em vez de abafar as gringas e ir em busca da ampliação do placar, nossas meninas ativaram o “modo retranca” e não criaram mais nada em direção ao gol que não fossem bolas rifadas e perdidas para as canadenses. O jogo ficou nervoso, e quem estava ganhando é quem mais sentiu e recuou.

O segundo tempo trouxe um pouco mais de vontade de matar logo a partida. Aos poucos, nossa Seleção retomou a confiança e lá pelos 30min começou a pressionar rigorosamente. LeBlanc operou milagres, a zaga canadense aguentou como pôde e, quando o domínio era todo brasileiro e o Ouro já estava brilhando nas nossas mãos, Sinclair cabeceia bola vinda de um escanteio e deixa a grande goleira Bárbara caçando borboletas. Empate, faltando 3min para o Brasil consolidar a vitória.

Pior, por pouco o nervosismo que se abateu sobre nossas meninas não resultou no segundo gol canadense. Por muito pouco, mesmo!

Prorrogação, nervoso dos dois lados, bolas chutadas ao léu, falta de comunicação entre meio campo e ataque, belas defesas de ambas goleiras e cansaço. Nada de gols. Penaltis!

O saldo da disputa foram duas defesas de LeBlanc e uma bola na trave. Justo de Debinha, aquela que quase nos deu o Ouro com seu gol no início da partida.

LeBlanc comemora diante da desolada Debinha (Foto - Reinaldo Marques/Terra )

Futebol é assim. E ficamos com a prata! Parabéns Canadá. Parabéns para nossas gurias guerreiras, chegaram a final e mostraram bom futebol. Merecido =)


Uma guerreira em busca do ouro

26/10/2011

O grande destaque da partida e responsável pelo gol da vitória brasileira que colocou a seleção feminina na disputa pela final do PAN, vive um momento contraditório na sua vida.

Comemoração de Maurine dedicada ao pai (Foto – Alejandro Acosta/Reuters)

Maurine sofreu a perda de seu pai neste domingo, vitima de uma parada respiratória. A atleta recebeu todo o suporte da delegação brasileira e teve a opção de abandonar a competição para juntar-se a família na despedida aqui no Brasil. Mas ela não quis.

Sua permanência no México tem apenas um motivo: quer trazer o ouro, tão sonhado pelo seu pai.  E pelo que se viu na semi-final, ela não irá poupar esforços para conseguir realizar esta homenagem.

 E assim é o esporte. Mesclando tristeza com alegrias, saudades com esperanças, pesadelos com sonhos. E revelando a cada dia guerreiras como Maurine, que transformam a dor em lições de vida.


Gurias na final!

26/10/2011

Se a seleção masculina deu vexame no domingo, na noite de ontem as gurias do Brasil arrasaram diante da Seleção Mexicana (dona da casa e com torcida a favor) e garantiram a vaga na final da competição.

Após primeira etapa nervosa e sob forte marcação das mexicanas, nossas meninas encararam a pressão das donas na casa na etapa complementar. Tudo o que o primeiro tempo deveu, o segundo pagou. Lances polêmicos, gols anulados, ofensividade e muita garra das duas equipes foram os temperos da semi-final.

Gurias festejam o gol de Maurine (Foto - AP)

Até que, aos 33min, a bola sobrou para Maurine, a grande guerreira da noite, balançar as redes e garantir a vitória por 1×0 e a chance de disputar o ouro.

A decisão ocorre já nesta quinta-feira, a partir das 20h, contra a Seleção do Canadá, que venceu a Colômbia por 2×1 na outra semifinal. O Salto Alto FC irá acompanhar a partida através do min a min no twitter. Segue lá e torce com a gente pelas gurias do Brasil! @SaltoAltoFC


Com confiança!

21/10/2011

Novamente, as meninas do Brasil entraram em campo com postura de gente grande e venceram a Seleção da Costa Rica pelo placar de 2×1. No primeiro tempo, após gol anulado, as brasileiras encontraram dificuldade e conseguiram chutar a gol poucas vezes.

Já no segundo tempo, com espírito renovado, nossas gurias foram pra cima e abriram o placar aos 15min, em bela jogada de Rosana, que passou para Debinha sacudir as redes. Na sequência, um cruzamento de Thaisinha resultou no segundo gol.

Comemoração do segundo gol teve homenagem ao vôlei (Foto - AP)

A partir daí, foi administrar a vitória. Nos acréscimos, a Costa Rica conseguiu descontar em bela falta cobrada por Shirley Cruz.

Com o resultado, o Brasil empata com o Canadá na sua chave e está automaticamente classificado para as semi-finais. A próxima partida apenas decide quem será líder do grupo, e ocorre neste sábado, as 23h. Vamos torcer!


Vitória na estreia!

18/10/2011

Nem o gramado sintético, nem a altitude de Guadalajara, nem a ausência de Marta e Cristiane, e muito menos a equipe Argentina como adversária. Nada disto foi obstáculo para que as meninas do Brasil estreassem com vitória nos jogos Pan-Americanos do México.

Gurias do Brasil fizeram bonito no México (Foto - Divulgação/Vipcomm)

A Seleção entrou em campo confiante, bem diferente das hermanas, que nervosas, pareciam sentir a grama nada natural sob seus pés. Logo, o Brasil partiu para cima e as argentinas se fecharam. O primeiro tempo foi dominado pelas nossas gurias, que marcaram os dois gols da partida em lances semelhantes, de rebote. Thaisinha abriu o placar e Daniele aumentou. Enquanto as brazucas chutavam a gol, as hermanas erravam cruzamentos e passes.

No segundo tempo, as argentinas voltaram mais empolgadas, investiram em contra-ataques rápidos, mas não conseguiram ultrapassar a barreira chamada Bárbara no gol brasileiro. Após alguns chutes perigosos, a seleção canarinho parecia se conformar com o placar de 2×0 e deixou que as adversárias chegassem com certo perigo. Mas, nada adiantou. Fim de papo, 2×0 para nossas meninas!

A próxima partida ocorre já nesta quinta, às 20h, contra a Costa Rica. Torceremos pelas nossas gurias!


%d blogueiros gostam disto: