Inter que segue

Foi um dos melhores jogos do gauchão. Um bom jogo que não se sabia quem ia ganhar até muitos minutos do segundo tempo. O Inter pela grandeza e nome e o Lajeadense por surpreender a tantos com seu bom futebol. Porém, por mais que a equipe do interior tenha lutado e jogado bravamente, o internacional levou o que tinha de melhor em casa e fez dois gols com Juan para levar a taça do campeonato para casa.

juan_210413_2

A equipe que se destaca

Eleito o melhor time do interior com o Estádio novinho em folha. Não poderia se mostrar com uma postura diferente da que foi no primeiro momento do jogo. As qualidades do time do Vale do Taquari foi o ponto forte de todo o desenrolar do jogo. Diante do Internacional o Lajeadense não teve medo e jogou de igual para igual. Não diferente disso, abriu o placar aos 12 minutos do primeiro tempo surpreendendo o Inter. Jandson cobra falta em direção à área. Gabriel sobe mais que Airton e, de cabeça, manda para o fundo das redes.

Aquele gol serviu como turbo para o Inter nos próximos minutos que ali viriam. Forlán, Juan, D’Alessandro e também Moledo buscaram um resultado melhor sendo em cobrança de falta ou na bola aérea. Mas os pontos fortes do time de Lajeado pareciam mais fortes. Marcam muito bem na frente da área, jogam com três volantes, possuem a melhor zaga do campeonato e não atuam na retranqueira.

Novos turbos

O segundo tempo do Internacional começou bem diferente que o primeiro. Ambas as equipes seguiram iguais, porém os jogadores de vermelho renovaram as energias durante os 15 minutos de intervalo. Era nítido o novo gás que o técnico Dunga colocou em seus alunos. De cara os torcedores que compareceram ao Estádio Centenário, em Caxias, puderam respirar mais aliviados depois do gol do Inter. Forlán cobra falta frontal e Juan raspa a cabeça na bola. O goleiro Martini, que esteve bem em todas as suas atuações, não conseguiu ao menos tirar os pés do lugar que estava. Assim o Inter empata.

Aquele empate não servia. Nem Inter nem Lajeadense estavam felizes com aquele resultado, afinal já estávamos na fase do mata-mata. E quem entendeu melhor o recado foi a equipe da capital, que depois de levar o gol mostrou a cara para o embate. E o segundo gol chegou num lance que só zagueiros se envolveram. Forlán cobrou escanteio, Rodrigo Moledo cabeceou para grande defesa de Martini e, no rebote, Juan de primeira mandou uma bomba sem chance alguma pro número 1 de Lajeado.

Assim seguiu o resto do tempo. Os 48 minutos foram muito tensos para ambas as equipes, pois todo mundo ali queria seguir em frente. Porém, o Inter conseguiu segurar o resultado e manteve o bom desempenho do segundo tempo. O Lajeadense, que não conseguiu fazer o segundo gol, mostrou que é uma boa equipe e que pode brigar igualmente com os times da capital.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: