5,4,3 … última passagem para o Olímpico

A semana é de despedida no Olímpico e, por que não, de festa?! Não seria educado que o convidado estragasse a festa do anfitrião. O problema é que o anfitrião em questão é o Grêmio e o convidado é o Inter. Domingo é dia do maior clássico das Américas (pelo menos para os gaúchos). Domingo é dia de Gre-Nal!

Foto: Ducker

Um Gre-Nal que não será jogado por balas. Um clássico que vale e vale muito. Principalmente, para o tricolor. Vencendo encerra a era Olímpico com chave de ouro. Garante o segundo lugar no Brasileirão, que dá vaga direta à fase de grupo da Liberatdores, e, ainda por cima, põe mais terra em cima do rival.

Já pela ótica Colorada, o Gre-Nal será a redenção. Talvez, o maior título conquistado em 2012 pelo time do Gigante da Beira-Rio, deixando o Gaúchão no limbo. Vencendo, além de deixar marcado na história uma derrota gremista no último jogo do estádio que cresceu em importância junto com o time, o Inter, de quebra, coloca para escanteio a Libertadores gremista – assim, o tricolor teria que torcer para o Atlético-MG também perder para assegurara vice-liderança – o terceiro lugar leva apenas para a pré-Libertadores.

Enfim, domingo é dia de Gre-Nal, um dos maiores clássicos do futebol. Não apenas um jogo, uma batalha, na qual não existe vencedor até acabar.  E como diria qualquer “famoso” jogador: “clássico é clássico e vice-versa”. E que chegue domingo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: