Sem gols, Inter e Náutico empatam no Beira-Rio

Alexandre Lops

Em busca da quinta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro e a afirmação na zona da Libertadores, o Internacional precisou fazer alguns reajustes no elenco para a partida contra Náutico. Na noite desta quarta-feira, o técnico Fernandão optou por escalar Bolatti no lugar do volante Élton, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.  No banco de reservas, a novidade ficou por conta da presença do meia-atacante Rafael Pernão, de 19 anos, destaque do Gauchão Sub-20.

Mesmo com a vitória diante do Santos, no último final de semana, o time pernambucano chegou a Porto Alegre na 11ª posição, com a campanha de segunda defesa mais vazada do Brasileirão, uma média de dois gols sofridos em cada rodada.

Os primeiros minutos de jogo deram indícios de que o goleiro Gideão iria ser bastante acionado. Aos 3 minutos, Jajá cruzou para Forlán que chegou atrasado na bola. Depois foi a vez de Bolatti deixar o uruguaio frente ao gol Timbu, mas a o zagueiro Alemão estava atento e mandou a bola para a área colorada. Lá, Índio e Bolívar desarmaram todas as tentativas pernambucanas.

O mandante da casa também mandou em campo, no entanto, faltou efetividade aos colorados. A única chance clara do time de Fernandão começou nos pés do tão contestado Jajá, que driblou dois e encontrou Fred à esquerda. Bem posicionado, Gideão defendeu.

O primeiro tempo estava se encaminhando para o final, quando Nei errou um passe e deixou os atacantes do Náutico livres na área. Se não fosse Muriel, o time colorado teria levado o seu segundo gol desde a entrada de Fernandão.

Na etapa complementar, João Paulo e Marcos Aurélio no lugares de Bolatti e Jajá. Se nos primeiros 45 minutos, o trio de arbitragem conduziu bem o jogo, no restante da partida não se pôde dizer o mesmo. Pelo menos um lance duvidoso para cada equipe. Enquanto o Náutico teve um gol anulado, Nei foi derrubado dentro da área adversária.

O time de Alexandre Gallo voltou para o segundo tempo bloqueando o ataque colorado que, por sua vez, penou para conseguir boas oportunidades de gols. Melhor para o Náutico, que abusou dos contra-ataques.

Aos 29 minutos, Marcos Aurélio pegou firme e mandou no canto esquerdo de Gideão, que fez uma grande defesa. Logo após, num erro de Fred, Souza encontrou Kim livre no lado esquerdo, mas a bola encaixou nos braços de Muriel.

Após empate em 0 a 0, o Internacional deixou o campo ao som das vaias dos torcedores. Para o próximo confronto contra a Ponte Preta, no domingo, em Porto Alegre, Fernandão não contará com Índio e Fabrício, pois foram suspensos com o terceiro cartão amarelo.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: